HomeTestes e Reviews de Motos5 motos diferentes que desfilaram no Salão de Milão EICMA

5 motos diferentes que desfilaram no Salão de Milão EICMA

O Salão de Milão EICMA, encerrou neste final de semana a apresentou novidades de todos os gostos. Muitas motos diferentes, fora do comum, inclusive.

 

Motos diferentes: 5 modelos que marcaram o EICMA

Foi possível acompanhar novidades como a Kawasaki Versys 650 2022 e conceitos como a Royal Enfield SG650. Mas também obras de arte sobre rodas como a MV Agusta Superveloce Ago, eleita pelos visitantes a mais bonita entre os estandes. Veja o que rolou no evento.

 

1 – Yamaha Ténéré 700 Raid

A Yamaha chegou no Salão de Milão realmente apresentando motos diferentes. Um dos exemplos foi a homenagem ao piloto Valentino Rossi, que ganhou uma R1 exclusiva, a GYTR VR46 Tribute. Os japoneses vieram como mais surpresas. Uma delas foi a Ténéré 700 Raid, um protótipo construído com componentes GYTR (Genuine Yamaha Technology Racing).

Ténéré 700 Raid

Ténéré 700 Raid chegou com itens refinados na aventureira

A proposta era construir uma trail mais agressiva e preparada ao ponto de deixar qualquer modelo rally com inveja. O conjunto contava com escape Akrapovič em titânio, ECU Airbox e filtro de alto desempenho, coroa de 48 dentes e radiador de grandes dimensões. Fechando o pacote estava o garfo da suspensão de 48 mm e amortecedor de longo curso com 260 mm.

 

2 – MV Agusta Lucky Explorer Project

A MV Agusta teve mais que a moto mais bela do evento, a Superveloce Ago. A fabricante italiana roubou a cena com dois protótipos de motocicletas trail, parte de seu projeto Lucky Explorers. Uma delas, a big trail maior apelidada de Lucky Explorer 9.5, apresentava um novo motor de 931 cc e quatro cilindros em linha, derivado do 800 cc que atualmente é visto na F3 , Brutale 800, Dragster 800, Turismo Veloce e mesmo Superveloce.

Explorer 9.5

Explorer 9.5 pode surgir no mercado para brigar entre as big trail

Já o segundo protótipo, a Lucky Explorer 5.5, apresentou o primeiro fruto da parceria da MV com a empresa chinesa Qianjiang, dona da Benelli e QJMotor.  A trail compartilha um grande número de suas peças com a SRT 500 da marca QJMotor, desta forma usa o motor e o quadro da Benelli TRK 502. No visual, ambas as Lucky Explorers têm cores e grafismos que remetem a herança de rally da antiga Cagiva Elefant.

Explorer 9.5

Nostalgia do início ao fim com o visual da Explorer 5.5

Veja também:

3 – Honda CBR 1000 RR-R FireBlade 2022

A Honda aproveitou a ocasião para lançar o tão aguardado ADV350, mas também surpreendeu ao anunciar um retorno do nome Hornet. Mesmo que pudéssemos apenas ver as linhas de conceito da saudosa vespa… Mas nem só de futuros projetos e protótipos ficaram os estandes do EICMA 2021.

FireBlade

Lado a lado a primeira e mais recente versão da FireBlade

Os japoneses, por exemplo, apresentaram mais de perto a edição comemorativa aos 30 anos da FireBlade. Não por menos, a CBR 1000 RR-R Fireblade 30º Aniversário roubou a cena assim que suas imagens surgiram. O modelo chega em 2022 com grafismos que remetem aos usados nos anos 90, além de ajustes finos no seu conjunto e motor, se é que precisava…

4 – Italjet Dragster 2021

O tradicional salão italiano abre espaço para todos, mesmo que grandes nomes como Ducati e BMW tenham preferido se abster e focar em lançamentos on-line. Então coube a pequena Italjet aproveitar o momento com um scooter que mais parece uma Superbike. A Dragster não chega a ser uma novidade, pois já desfilou como conceito, mas veio agora como versão definitiva.

Scooter

Motos diferentes? Pense em um scooter com design invocado!

O modelo de produção manteve todos os aspectos e as formas arrojadas do protótipo. O scooter tem como destaque a estrutura da treliça – ao melhor estilo Ducati e KTM – complementada por placas de alumínio fundido. Do modelo existem duas versões 125 e 200 cc, movidas por motores de 13 e 18 HP, respectivamente. Fechando o pacote eles chegam nas cores vibrantes vermelho, amarelo e preto. Ah, e no final de 2022 chegará uma versão elétrica, o Dragster e01.

 

KB4-RC

Italianos também marcaram presença com a Bimota KB4-RC

5 – Bimota e suas motos diferentes KB4 e KB4-RC

Se a Ducati não esteve presente, coube a outra italiana apresentar motos diferentes e verdadeiramente velozes. A Bimota mostrou no primeiro dia de evento a versão definitiva da KB4, juntamente com a variante Race Café KB4-RC. Trata-se de mais uma criação especial da marca, ao lado da Tesi H2. Nome conhecido não é? Sim, depois que a Kawasaki comprou 49,9% da empresa Romana há dois anos, modelos têm sido baseados no poderio da japonesa.

KB4

Motos diferentes: layout nada convencional da KB4

Ao contrário da Tesi H2,  KB4 não conta com motor Supercharged, utiliza o quatro em linha da Ninja 1000 SX. Mas nem por isso, o resultado é menos empolgante. Os valores de deslocamento, potência e torque não diferem daqueles da touring esportiva da Kawa. São, portanto, confirmados os 1.043 cc, 141 cv e 11,3 kgf.m. A novidade fica por conta do sistema de refrigeração, com o radiador colocado em um ângulo entre o banco e a roda traseira. O que resulta em um visual nada convencional, afinal a proposta da marca é apresentar motos diferentes!

Veja mais em Motonline.com.br

Leia Também