HomeTestes e Reviews de Motos6 motivos porque as 500F e 500X estão melhores

6 motivos porque as 500F e 500X estão melhores

As Honda 500 estão de cara nova, mas não é apenas o farol que mudou. As CB 500F e CB 500X ganharam várias pequenas atualizações em seus modelos 2023, anunciados em abril e que pudemos colocar à prova agora.

Naked e crossover tiveram upgrades importantes, que visam ressaltar a identidade de cada uma. Se elas chegaram ao mundo – em 2013 – como motos quase idênticas, hoje têm componentes que se comprometem aos usos específicos que terão nas ruas e compartilham um número cada vez menor de itens.

 

Honda 500, as novas 500F e 500X 2023

Para 2023, as Honda 500 receberam 6 novidades cada. As mudanças estão centradas na ciclística, buscando deixar a 500F mais esportiva e a 500X mais confortável. Pelo que notamos no test ride, deu certo. O contato rolou na região de Campinas (SP) e, bem-planejado, colocou à prova as novidades de ambos os modelos.

 

O que mudou na CB 500F

A principal novidade na CB 500F 2023 é a suspensão, herdada diretamente da irmã maior CB 650R. Assinada pela Showa e com sistema de funcionamento SFF (onde cada bengala tem funções específicas), ela deixou o modelo mais estável e previsível.

1 – Suspensão dianteira Showa SFF-BP (com 120 mm de curso de 41 mm de diâmetro)
2 – Pedaleiras em alumínio
3 – Freio dianteiro duplo (com fixação radial)
4 – Farol (agora, com 4 fachos de luz)
5 – Rodas (mais leves e com desenho ‘herdado’ da CB 650R)
6 – Balança traseira 1,1 kg mais leve

honda cb 500 f 2023

Com ar de streetfighter e elementos herdados da CB 650R (o que agora inclui a suspensão dianteira), a 500F quer entregar mais diversão numa tocada esportiva

 

CB 500X 2023, o que mudou

Na teoria, os itens alterados na 500X são basicamente os da naked, mas aqui atendem outro propósito. Se na F eles miram na estabilidade e esportividade, na crossover a palavra de ordem é conforto.

1 – Suspensão dianteira Showa SFF-BP (com 150 mm de curso de 41 mm de diâmetro)
2 – Banco com novo desenho (mais estreito próximo ao tanque)
3 – Freio dianteiro duplo (com fixação axial)
4 – Farol (agora, com 4 fachos de luz)
5 – Rodas (mais leves)
6 – Balança traseira 1,1 kg mais leve

honda cb 500 f 2023

Sonho para muitos que vem das XRE 300 e Lander 250, a CB 500X 2023 entrega desempenho significativamente melhor na terra que sua antecessora

 

Como é andar com a Honda 500 F

A CB 500F costuma vender um pouco mais que sua irmã aventureira, registrando 3.504 emplacamentos contra 3.245 em 2021 (Fenabrave). Seu público é formado por motociclistas que migram das 150 – 250 cc procurando mais esportividade e emoção. Eles estão em busca da sua primeira ‘moto grande’, então é importante que a 500 se pareceça com uma.

A 500F não emociona, mas garante diversão para quem quiser rodar com o motor no limite da sua rotação. Agora, está mais estável

Assim, a Honda está a aproximando da CB 650R propositalmente. Se antes já tinha o painel, agora herda da irmã maior o desenho das rodas e a suspensão dianteira – recalibrada para uma moto mais leve, claro. Já o design geral bebe na fonte das streetfighter, com motor à mostra, carenagens pequenas e linhas bem definidas. É uma bela moto.

honda cb 500 f em prata

Sentiu um ‘ar de 650’? A 500F recebeu da irmã maior itens como suspensão, desenho das rodas e painel

Ao guidão a experiência é positiva. Se o desempenho não se aproxima das tretracilíndricas, já é muito mais prazeroso que as mono, com um motor linear e suave (o já conhecido 2 cilindros em linha, de 471 cm³, 50 cv e 4,54 kgf.m, a 8.500 rpm e 7.000 rpm). O novo conjunto ciclístico também a deixou mais estável. Quem ganha com mais firmeza em entradas e saídas de curva é a tocada esportiva.

honda cb 500 farol na chuva

As Honda 500 têm iluminação full LED. Farol manteve o mesmo desenho, mas agora tem 4 fachos de luz.

 

Como é rodar com a CB 500X 2023

Tal qual a F, a X também representa um passo adiante aos que vêm das 150 – 250 cc, mas das motos de uso misto. Assim, sua missão é entregar agilidade para rodar na cidade, conforto para viagens e versatilidade para acelerar na terra – receita básica de uma big trail, algo que a ‘City Bike’ 500X não é… mas está cada vez mais perto de ser.

honda cb 500 x andando na terra

Ainda longe de ser uma CRF, a nova ciclística melhorou o desempenho da CB 500X na terra significativamente. Sentimos falta de pneus mais off e do guidão alguns centímetros mais alto

Se a roda de 19 polegadas na dianteira (adicionada em 2020) já marcou um salto no quesito ‘aptidão na terra’, o novo conjunto ciclístico dá outro. Com a suspensão Showa a CB 500X está consideravelmente mais acertada para encarar um off road leve. Ela copia melhor o solo (o que traz segurança) e está mais macia (privilegiando o conforto). Como os pneus originais são voltados ao asfalto, basta trocar por opções mais versáteis e se divertir por caminhos empoeirados.

CB 500X 2022 e 2023 lado a lado. Apesar das poucas diferenças visuais, melhorias ciclísticas trouxeram outra experiência ao guidão (especialmente nesta estrada de terra, que com a chuva virou de lama)

Nas rodovias pavimentadas a 500X também manda bem. A bolha oferece proteção aerodinâmica parcial (ainda deixa ar ‘escapar’ ao capacete e áreas do peito) e a posição de pilotagem é natural, reduzindo o cansaço. O motor não emociona, mas dá conta e vibra pouco. Em sexta marcha, ele está próximo dos 5.000 rpm aos 100 km/h e dos 6.000 rpm em 120 km/h. A partir daí ele gira o botão do volume e passa a oferecer alguma vibração, mas ainda consegue acelerar até perto dos 170 km/h – sua velocidade máxima.

No asfalto a 500X garante conforto e suavidade. Além disso, agrada pelo baixo consumo (tal qual na irmã 500F)

 

 

Preços, cores e preços das CB 500F e CB 500X 2023

A CB 500F 2023 tem preço sugerido de R$ 39.100 e está disponível nas cores cinza (Matte Crow), vermelho (Victory Red) e prata (Iron Nail). Já na 500X o PPS é de R$ 41.600 e as cores são vermelho (Victory Red), prata (Iron Nail Silver) e o tradicional verde (Matt Green). Ambas contam com garantia de 3 anos e o serviço Honda Assistence.

Bonito à noite, o painel das Honda 500 segue com eficiência comprometida pelo excesso de reflexo. Mesmo em dias nublados, é preciso se concentrar para ler as informações sobre o fundo blackout

Porém, segundo a tabela Fipe os valores praticados pelas lojas costumam ser um pouco mais salgados. Assim, uma 500F custa em média R$ 42.823, enquanto a X é encontrada por aproximadamente R$ 46.107.

Veja também:

 

Vale a pena comprar as Honda 500 F e X 2023?

As Honda 500 estão no mercado com a missão de ser a ‘primeira moto grande’ de milhares de motociclistas, estejam eles em busca da esportividade de uma naked ou do conforto de uma crossover. E, racionais, são fieis a este propósito.

Se não emociona como uma 4 cilindros, a 500F garante diversão nas estradas gastando pouco

A experiência de pilotagem de uma 500F numa estrada é infinitamente mais divertida que de uma CB Twister, por exemplo. E o consumo não é tão diferente – no nosso teste, a naked teve médias acima dos 25 km por litro, que pode passar dos 30 km/litro com ‘mãos de fada’ na rodovia. O custo com manutenção também é bem mais amigável que nas tetracilíndricas.

Guidão mais alto, tomada USB e generoso pacote de acessórios originais (com protetores e farois auxiliares) cairiam bem à CB 500X, que já é uma boa opção aos aventureiros que sobem das 250 e 300 cc

Já a CB 500X mostra um desempenho cada vez melhor no quesito versatilidade. Se segue confortável na estrada, está permitindo aventuras cada vez maiores no fora de estrada. Quem souber fazer bom uso, sem abusar de saltos ou buracos profundos (afinal é uma CB e não CRF), irá se divertir bastante com o modelo na terra.

Veja mais em Motonline.com.br

Leia Também