HomeMotorsports.ptAntonio Cairoli, MXON: "Faltava este triunfo na minha carreira"

Antonio Cairoli, MXON: “Faltava este triunfo na minha carreira”

Na 74ª edição do Motocross das Nações em Itália, Tony
Cairoli e Mattia Guadagnini  celebraram a
vitória do seu país, tendo ambos sido fundamentais para a equipa transalpina
conseguir em Mantova o seu primeiro triunfo em 19 anos.

A confluência de datas do MxoN em Setembro com o calendário
de MXGP, fez com que vários fossem os pilotos ausentes da prova, que pela
terceira vez desde 2009 decorreu em Itália. O espanhol Jorge Prado, foi um dos
pilotos que optou por não participar. E foi sob condições de nevoeiro e chuva
que representantes de 33 países lutaram pelo Troféu Chamberlain.

Tony Cairoli acrescentou a vitória no Motocross das Nações ao seu brilhante recorde de carreira graças à 7ª posição geral na classe MXGP. Cairoli, que tinha visto ‘MXoN’ e os promotores do Grande Prémio Infront Motor Racing e o FIM ‘retirarem’ formalmente o seu número 222 antes das corridas, foi o primeiro a cair numa curva na corrida de abertura, recuperando posições até ao 21º lugar. O italiano ainda estava dorido após a sua forte queda nos treinos no domingo anterior no Grande Prémio da Sardenha, mas ficou em 2º lugar na manga final para dar a Itália os pontos preciosos de que precisava.

“Este era o triunfo que faltava na minha carreira e estou realmente feliz por o conseguir.”

“Com certeza que foi um pouco arriscado vir aqui e correr depois do acidente da semana passada. Não me senti a 100%. No piso seco consegui lidar melhor com a situação, mas na pista molhada tive que lutar realmente.

A primeira queda não ajudou nada e deixou-me algo apreensivo, pois sabia que precisava de um bom resultado numa corrida, mas felizmente consegui depois fazer um segundo lugar. Quero também destacar o trabalho incrível dos outros dois pilotos da equipa de Itália, especialmente o Mattia que fez aqui o seu primeiro Motocross das Nações”.

Mattia Guadagnini também deu um grande contributo para a vitória dos Azzurri, e com a sua KTM 250 SX-F fez um  5-6 par ficar em segundo na MX2. O debutante do MXoN foi o segundo dos cinco pilotos da marca austríaca nos seis primeiros lugares finais do MX2.

“Esta foi a minha estreia nesta prova e estou muito feliz! Fiz o meu melhor, mas cometi alguns erros e deitei fora alguns pontos, os meus colegas de equipa fizeram-no muito bem e nós conseguimos. Isto é realmente especial para mim e quero agradecer a todos o apoio e a confiança em mim”.

Corrida 3 (MXGP + Open) – Classificação

1. Jeffrey Herlings (NED, KTM), 36: 25.997; 2. Antonio Cairoli (ITA, KTM), +0: 55,480; 3. Glenn Coldenhoff (NED, Yamaha), +1: 03,943; 4. Ben Watson (GBR, Yamaha), +1: 07.886; 5. Evgeny Bobryshev (MFR, Husqvarna), +1: 44,958; 6. Shaun Simpson (GBR, KTM), +1: 51,152; 7. Vsevolod Brylyakov (MFR, Honda), +1: 57,546; 8. Karlis Sabulis (LAT, Husqvarna), +1: 59,052; 9. Mathys Boisrame (FRA, Kawasaki), +2: 03,104; 10. Ken Bengtson (SWE, Husqvarna), +2: 04.321; 11. Benoit Paturel (FRA, Honda), +2: 05,907; 12. Jere Haavisto (FIN, Kawasaki), -1 volta (s); 13. Thomas Kjer Olsen (DEN, Husqvarna), -1 volta (s); 14. Arminas Jasikonis (LTU, Husqvarna), -1 volta (s); 15. Harri Kullas (EST, Yamaha), -1 volta (s); 16. Gert Krestinov (EST, Honda), -1 volta (s); 17. Alessandro Lupino (ITA, KTM), +1: 55,661; 18. Valentin Guillod (SUI, Yamaha), -1 volta (s); 19. Maximilian Nagl (GER, Husqvarna), -1 volta (s); 20. Jose Butron (ESP, KTM), -1 volta (s); 21. Marcel Stauffer (AUT, KTM), -1 volta (s); 22. Petr Polak (CZE, Yamaha), -1 volta (s); 23. Dušan Drdaj (CZE, KTM), -1 volta (s); 24. Miro Sihvonen (FIN, Honda), -1 volta (s); 25. Tyler Medaglia (CAN, GASGAS), -1 volta (s); 26. Arnaud Tonus (SUI, Yamaha), -1 volta (s); 27. Bastian Boegh Damm (DEN, KTM), -1 volta (s); 28. Dovydas Karka (LTU, Yamaha), -2 volta (s); 29. Michael Sandner (AUT, KTM), -2 volta (s); 30. Ander Valentin (ESP, Husqvarna), -2 volta (s); 31. Tristan Purdon (RSA, KTM), -2 volta (s); 32. Dylan Wright (CAN, Honda), -2 volta (s); 33. Maykal Grisha Ivanov (BUL, Husqvarna), -8 volta (s); 34. Brent Van doninck (BEL, Yamaha), -11 volta (s); 35. Petar Petrov (BUL, Honda), -13 volta (s); 36. Cyril Genot (BEL, KTM), -16 volta (s); 37. Henry Jacobi (GER, Honda), -16 volta (s); Marcel Stauffer (AUT, KTM), -1 volta (s); 22. Petr Polak (CZE, Yamaha), -1 volta (s); 23. Dušan Drdaj (CZE, KTM), -1 volta (s); 24. Miro Sihvonen (FIN, Honda), -1 volta (s); 25. Tyler Medaglia (CAN, GASGAS), -1 volta (s); 26. Arnaud Tonus (SUI, Yamaha), -1 volta (s); 27. Bastian Boegh Damm (DEN, KTM), -1 volta (s); 28. Dovydas Karka (LTU, Yamaha), -2 volta (s); 29. Michael Sandner (AUT, KTM), -2 volta (s); 30. Ander Valentin (ESP, Husqvarna), -2 volta (s); 31. Tristan Purdon (RSA, KTM), -2 volta (s); 32. Dylan Wright (CAN, Honda), -2 volta (s); 33. Maykal Grisha Ivanov (BUL, Husqvarna), -8 volta (s); 34. Brent Van doninck (BEL, Yamaha), -11 volta (s); 35. Petar Petrov (BUL, Honda), -13 volta (s); 36. Cyril Genot (BEL, KTM), -16 volta (s); 37. Henry Jacobi (GER, Honda), -16 volta (s); Marcel Stauffer (AUT, KTM), -1 volta (s); 22. Petr Polak (CZE, Yamaha), -1 volta (s); 23. Dušan Drdaj (CZE, KTM), -1 volta (s); 24. Miro Sihvonen (FIN, Honda), -1 volta (s); 25. Tyler Medaglia (CAN, GASGAS), -1 volta (s); 26. Arnaud Tonus (SUI, Yamaha), -1 volta (s); 27. Bastian Boegh Damm (DEN, KTM), -1 volta (s); 28. Dovydas Karka (LTU, Yamaha), -2 volta (s); 29. Michael Sandner (AUT, KTM), -2 volta (s); 30. Ander Valentin (ESP, Husqvarna), -2 volta (s); 31. Tristan Purdon (RSA, KTM), -2 volta (s); 32. Dylan Wright (CAN, Honda), -2 volta (s); 33. Maykal Grisha Ivanov (BUL, Husqvarna), -8 volta (s); 34. Brent Van doninck (BEL, Yamaha), -11 volta (s); 35. Petar Petrov (BUL, Honda), -13 volta (s); 36. Cyril Genot (BEL, KTM), -16 volta (s); 37. Henry Jacobi (GER, Honda), -16 volta (s); Miro Sihvonen (FIN, Honda), -1 volta (s); 25. Tyler Medaglia (CAN, GASGAS), -1 volta (s); 26. Arnaud Tonus (SUI, Yamaha), -1 volta (s); 27. Bastian Boegh Damm (DEN, KTM), -1 volta (s); 28. Dovydas Karka (LTU, Yamaha), -2 volta (s); 29. Michael Sandner (AUT, KTM), -2 volta (s); 30. Ander Valentin (ESP, Husqvarna), -2 volta (s); 31. Tristan Purdon (RSA, KTM), -2 volta (s); 32. Dylan Wright (CAN, Honda), -2 volta (s); 33. Maykal Grisha Ivanov (BUL, Husqvarna), -8 volta (s); 34. Brent Van doninck (BEL, Yamaha), -11 volta (s); 35. Petar Petrov (BUL, Honda), -13 volta (s); 36. Cyril Genot (BEL, KTM), -16 volta (s); 37. Henry Jacobi (GER, Honda), -16 volta (s); Miro Sihvonen (FIN, Honda), -1 volta (s); 25. Tyler Medaglia (CAN, GASGAS), -1 volta (s); 26. Arnaud Tonus (SUI, Yamaha), -1 volta (s); 27. Bastian Boegh Damm (DEN, KTM), -1 volta (s); 28. Dovydas Karka (LTU, Yamaha), -2 volta (s); 29. Michael Sandner (AUT, KTM), -2 volta (s); 30. Ander Valentin (ESP, Husqvarna), -2 volta (s); 31. Tristan Purdon (RSA, KTM), -2 volta (s); 32. Dylan Wright (CAN, Honda), -2 volta (s); 33. Maykal Grisha Ivanov (BUL, Husqvarna), -8 volta (s); 34. Brent Van doninck (BEL, Yamaha), -11 volta (s); 35. Petar Petrov (BUL, Honda), -13 volta (s); 36. Cyril Genot (BEL, KTM), -16 volta (s); 37. Henry Jacobi (GER, Honda), -16 volta (s); KTM), -2 volta (s); 30. Ander Valentin (ESP, Husqvarna), -2 volta (s); 31. Tristan Purdon (RSA, KTM), -2 volta (s); 32. Dylan Wright (CAN, Honda), -2 volta (s); 33. Maykal Grisha Ivanov (BUL, Husqvarna), -8 volta (s); 34. Brent Van doninck (BEL, Yamaha), -11 volta (s); 35. Petar Petrov (BUL, Honda), -13 volta (s); 36. Cyril Genot (BEL, KTM), -16 volta (s); 37. Henry Jacobi (GER, Honda), -16 volta (s); KTM), -2 volta (s); 30. Ander Valentin (ESP, Husqvarna), -2 volta (s); 31. Tristan Purdon (RSA, KTM), -2 volta (s); 32. Dylan Wright (CAN, Honda), -2 volta (s); 33. Maykal Grisha Ivanov (BUL, Husqvarna), -8 volta (s); 34. Brent Van doninck (BEL, Yamaha), -11 volta (s); 35. Petar Petrov (BUL, Honda), -13 volta (s); 36. Cyril Genot (BEL, KTM), -16 volta (s); 37. Henry Jacobi (GER, Honda), -16 volta (s);



Veja mais em MOTORSPORTS.PT

Leia Também

close