HomeTestes e Reviews de MotosCafe Racer: Yamaha 125 de projeto simples e resultado animal

Cafe Racer: Yamaha 125 de projeto simples e resultado animal

Sim, nós também adoramos motos customizadas. Não importa se é uma 100 cc ou 1.200 cc, se tem mais de 40 anos ou se é seminova, se precisou de R$ 500 ou R$ 50.00 para ficar pronto; cada projeto é único e merece ser apreciado em seus detalhes.

E esta Yamaha 125 XSR é justamente uma prova de que um trabalho de personalização pode ter um resultado incrível fazendo poucas modificações. Assim, ele inseriu alguns novos elementos de forma pontual, escolheu um estilo sóbrio e pronto, estava entregue a sua pequena customizada.

yamaha 125 personalizada - xsr cafe racer

Esta pequena XSR 125 é a prova de que a moto certa, com pequenas modificações, pode render um projeto único

 

Yamaha 125 personalizada: simples e animal

Tem como uma moto simples e bem acabada como a XSR ficar ainda mais interessante? Para a equipe da Kratos Garage, de Jacarta (Indonésia), sim.

yamaha 125 personalizada - bolha do farol

A carenagem em torno do farol é o principal novo elemento do projeto. Repare nas discretas setas integradas

Os customizadores partiram de uma XSR 125 2019 original com o objetivo de criar uma cafe racer. Para isto, criaram uma bolha (em alumínio) que envolve o farol e uma nova rabeta, que cobre parte do assento – dando a impressão de ser um monoposto. Se quiser levar alguém na carona, basta removê-la.

yamaha 125 personalizada - guidao

Guidão baixo, espelhos nas extremidades e um novo painel. Cockpit ainda conta com a bela pintura produzida pela equipe

O conjunto de iluminação passou a contar com luzes de posição em LED, enquanto o guidão foi invertido e ganhou novos espelhos, nas extremidades. A Yamaha 125 ainda tem painel e piscas novos.

yamaha 125 personalizada - escapamento

Em nome do estilo cafe racer, projeto também ganhou pneus com melhor aderência e escapamento esportivo

No sistema mecânico, nenhuma novidade. As exceções ficam no escapamento esportivo em aço escovado e pneus Bridgestone. Para finalizar, uma nova pintura em preto, com detalhes em fosco e outros em vermelho. Assim, para a equipe, esta é uma personalização que pode ser facilmente replicada ‘em casa’, sem alterar a integridade da moto.

Pintura brinca com preto, em tons foscos e brilhosos. Os detalhes são em vermelho, para chamar a atenção

Veja também:

 

Como é a pequena Yamaha XSR

A XSR 125. Trata-se de uma bela Yamaha de baixa cilindrada que adoraríamos ter no Brasil, mas que está à venda apenas em mercados do exterior, incluindo vários da Ásia e Europa – e ainda há uma variação de 155 cc.

yamaha xsr no brasil

Esta é a XSR original, que custa pouco mais que um NMax na Europa. Por aqui, infelizmente, ela não é uma opção

Assim, o modelo é a porta de entrada à gama XSR, reconhecida pelo conceito retrô-moderno. A família também conta com as 700 e 900, que compartilham a base mecânica das MT 07 e MT 09 mas possuem design próprio, com inspiração nos anos 1970. Farol redondo, banco quase plano, pedaleiras avançadas, um charme.

A pequena XSR é praticamente um modelo global da Yamaha, disponível em diferentes continentes. Assim, tem motorizações de 125 e 155 cilindradas

E a pequena XSR ainda é interessante além do design. Tem motor arrefecido a líquido (de 15 cv), câmbio de seis velocidades, suspensão dianteira invertida, freios ABS nas duas rodas, painel em LCD. Também é econômica, prometendo rodar cerca de 47 km com um litro.

yamaha xsr 700 personalizada

A família XSR é naturalmente bem-acabada, mas isto não impede apaixonados de personalizarem suas motos. Aqui está uma XSR 700

Na Europa, uma XSR 125 custa cerca de 4.600 euros, cerca de R$ 29 mil. Pode parecer muito em conversão direta, mas é apenas um pouco mais caro que um scooter de cilindrada similar, por exemplo. Por lá, o NMax sai por aproximadamente 3.700 euros. Ou seja, seu preço está dentro do padrão do mercado – e a nossa moeda está desvalorizada.

Veja mais em Motonline.com.br

Leia Também

close