Cairolli anuncia aposentadoria – Revista de Moto PRO MOTO │Notícias sempre atualizadas sobre motociclismo

0
33

Um dos maiores campeões de todos os tempos deixará as pistas ao final desta temporada.

Antonio ‘Tony’ Cairoli anunciou seus planos em uma conferência de imprensa especial ao lado da administração da KTM em Roma. O italiano vai pendurar as botas após uma brilhante carreira no campeonato mundial em que se tornou estatisticamente o segundo piloto mais condecorado da história do esporte e o maior piloto italiano de todos os tempos. 

É importante ressaltar que Tony deu à KTM o primeiro título da categoria principal em 2010 (o quarto e o segundo em MXGP). Ele seguiu à conquista com mais quatro títulos – todos com a KTM 350 SX-F – antes de triunfar novamente em 2017 com a KTM 450 SX-F. Junto com Claudio de Carli e sua leal equipe técnica, Cairoli tem sido um pilar da equipe, imagem e programa de desenvolvimento da Red Bull KTM Factory Racing desde a primeira temporada de 2010. Ele ganhou pelo menos um Grande Prêmio em todos os seus 18 anos no Mundial de Motocross.

Atualmente, Tony ainda está na disputa pelo cobiçado 10º título do Campeonato Mundial. A próxima etapa acontecerá na Sardegna (ITA) este próximo final de semana, Cairoli acumulou uma vitória e cinco pódios em nove rodadas do 2021 MXGP e é o terceiro na classificação e a apenas 29 pontos do topo da tabela.

Porém ele não ficará sem equipe. O italiano fornecerá sua experiência em vários segmentos e potenciais empreendimentos futuros dentro do grupo KTM, tudo com o objetivo de continuar a desenvolver o esporte do motocross para todos os públicos.

Tony Cairoli: “Esta não é uma decisão fácil. Eu sempre disse que números e estatísticas não significam muito para mim. Acho que foi uma conquista para mim e para minha família ganhar um campeonato mundial, então ter uma carreira como essa é muito especial. Sinto que é o momento certo para parar. Tudo ao meu redor me faz parecer a decisão certa, e ainda estamos tentando conquistar o título este ano, então a motivação é alta para este desafio. Quero agradecer a todos aqueles que me ajudaram e apoiaram desde que vim para o campeonato mundial, e ao longo do caminho, na verdade. Houve muitos rostos e nomes e, claro, toda a empolgação e amor dos fãs. Eu me senti muito parte da família KTM desde o primeiro dia e continuaremos nosso trabalho e relacionamento juntos, mas agora de uma maneira diferente. Há muito mais a fazer na vida após 2021, mas por enquanto nosso objetivo é muito claro.



Veja mais em Revista Pró