HomeShow RadicalCom uma Yamaha WR450F, Gabriel Bruning é Campeão Brasileiro de Rally

Com uma Yamaha WR450F, Gabriel Bruning é Campeão Brasileiro de Rally

Piloto IMS bLU cRU Rally Team venceu primeiro dia do Rally de São Paulo e conquistou o título por antecipação,
Foto: Vinícius Branca

Depois de 272 quilômetros percorridos em cerca de 5 horas de prova, Gabriel Bruning, que disputa a categoria Moto3 com uma Yamaha WR450F, venceu o primeiro dia do Rally de São Paulo e conquistou, nesta sexta-feira (05/11) por antecipação, o título brasileiro de Rally. A prova é disputada no Vale do Ribeira, sul do estado.

O catarinense da IMS bLU cRU Rally Team tem sido a grande revelação no rally, conseguindo mesclar velocidade e consistência, requisitos fundamentais para o sucesso na modalidade. Como consequência, vem conquistando ótimos resultados desde que iniciou na modalidade.

Bom resultado também para Ricardo Martins neste primeiro dia de prova. O catarinense conquistou a segunda colocação na prova e assumiu a vice-liderança na classificação da categoria Moto1, atrás apenas do seu companheiro de equipe Adrien Metge. O francês enfrentou dificuldades neste primeiro dia de provas, mas ainda assim mantém uma vantagem considerável na liderança da tabela de classificação.

Por causa da grande quantidade de chuva que caiu na região nos dias anteriores e da grande quantidade de poças d’água, o mineiro Túlio Malta também enfrentou problemas neste primeiro dia. Mas segue firme na luta pelo título na categoria Moto2.

O Rally de São Paulo, tem seu segundo dia de provas neste sábado (06/11) e os pilotos encaram mais 271 quilômetros de prova, sendo 230 de especial cronometrada. No total, são 543 quilômetros de prova.

Resultado 1º dia – Rally de São Paulo

Classificação Geral
1º) Gregório Caselani / 4h52m36
2º) Ricardo Martins – Yamaha IMS Rally Team / +3m02s
3º) Júlio Cesar Zavatti / +3m45s
4º) Vitor Siqueira / +5m01s
5º) Jean Azevedo / +6m09s
7º) Gabriel Bruning – Yamaha bLU cRU / +10m40s
12º) Túlio Malta – Yamaha IMS Rally Team / +16m45s
13º) Adrien Metge – Yamaha IMS Rally Team / +18m42s

Moto 1
1º) Gregório Caselani / 4h52m36
2º) Ricardo Martins – Yamaha IMS Rally Team / +3m02s
3º) Jean Azevedo / +6m09s
4º) Adrien Metge – Yamaha IMS Rally Team / +18m42s

Moto 2
1º) Júlio Cesar Zavatti / 4h56m22
2º) Vitor Siqueira / +1m15s
3º) Richard Fliter / +2m59s
4º) Túlio Malta – Yamaha IMS Rally Team / + 12m59s
5º) Luis Henrique Santos / +15m51s

Moto 3
1º) Gabriel Bruning – Yamaha bLU cRU / 5h03m17

2º) João Paulo fornazari / +1m56s
3º) Fábio Bizarria / +2m44s
4º) Francisco Forbes / +9m49s
5º) Thiago Rocha / +9m55s

ROTEIRO

2º. Dia – Sábado 06/11
Deslocamento Inicial: 18 km
Trecho Especial: 230 km
Deslocamento Final: 23 km
TOTAL: 271 Km

PROGRAMAÇÃO (sujeita a alterações)

Sábado, 06/11 – 2ª Etapa
7h: Largada 1ª Moto – Arena de Eventos – Praia do Boqueirão Norte

Zona do Espectador
9h às 13h: Praça da Matriz, Av. Ivo Zanella, Pariquera Açu/SP 
8h30 às 13h30: Prefeitura de Jacupiranga, Av. 23 de Junho – Jacupiranga/SP
11h às 15h: Praça da Basílica, Rua Tiradentes, Centro – Iguapé/SP

13h às 17h: Chegada Promocional e entrega de medalhas
19h: Premiação e Encerramento

RICARDO MARTINS
Moto 1 – Yamaha WR450F

“Foi um dia bom, a especial aqui é bem mista, com todos os tipos de terreno. Logo no início da prova tinha umas poças muito fundas, então a minha moto entrou um pouco de água no motor. Tentei agir o mais rápido possível, pra tirar água do motor, consegui tirar e voltei à prova. Fui em busca de uma recuperação e foi bom, finalizei com a segunda colocação. Mas vamos pra cima porque amanhã tem mais.”

ADRIEN METGE
Moto 1 – Yamaha WR450F

“Hoje começamos com 30 quilômetros de retas na praia, então a diferença entre os primeiros era muito pequena. Depois entramos em um trecho com muitas poças de água, poças grandes e às vezes bem fundas. Ao passar rápido, minha moto engoliu água, não dava pra ver como era, a água era muito escura, era uma loteria. Quando a moto bebeu água ela parou, e demorei muitos minutos pra conseguir arrumar. Com isso tive que sair atrás de muitos pilotos, estava na poeira, tentando fazer as ultrapassagens, e por causa da poeira, não vi uma curva e tive que frear muito forte, acabei caindo, cai forte. Na queda quebrei o freio dianteiro e entortei a pedaleira do lado direito, então quase não conseguia frear também com o traseiro, andei uns 150 quilômetros praticamente sem freios. Então foi um dia bem complicado. Mas o principal é que não tive nada, apesar da queda forte. Não consegui me recuperar bem também porque era um dia que teve cerca de uns 13o quilômetros de radar, então não foi muito bom.”

TÚLIO MALTA
Moto 2 – Yamaha WR450F

“Fim do primeiro dia aqui, foi um dia bem complicado. Tinha bastante água e acabou que tive um problema em uma dessas poças. Mas no geral foi um dia bom, e é só o primeiro dia de rally. Vamos ajustar a máquina e seguir, porque tem muito rally pela frente ainda.”

Continue arrastando para cima ☝☝☝ para conferir todos os patrocinadores do site   👇⚡! 

– Clicando no anuncio das empresas você é direcionado ao site da marca!



Veja mais em  

Leia Também

close