De Satan a Thor: veja 9 motos com nomes bizarros

0
52

Nem sempre as fabricantes são felizes na hora de batizar um novo produto, o que acaba trazendo veículos com nomes ‘pouco convencionais’ ao mundo. Se nos carros temos clássicos como o norte-americano Ford Pinto, sobre duas rodas também há motos com nomes bizarros. Prepara-se para conhecer 9 que separamos a dedo, de Satan a Thor.

1 – Motos com nome bizarro: Satan

O mercado das fabricantes italianas apostam por vezes em nomes maquiavélicos. Lamborghini Diablo, Ducati Diavel e por aí vai… No entanto, é da República Tcheca que vem Satan. Uma moto de um cilindro, datada do final da década de 1920 e fabricada pela Sikyr-Rott Manufacturers.

motos com nomes bizaros - satan

Highway to hell? Lá está a marca estampada na tampa do motor…

A marca teve pouco tempo de atividade, fechou às portas após a crise econômica que atingiu o Leste Europeu na época. Hoje o modelo é relativamente raro. Uma das máquinas que ainda sobraram reside no Museu Técnico Nacional de Praga. Sinistro, não é?

2 – Genial-Lucifer

Na mesma linha existiu outra fabricante francesa. A Lucifer surgiu em 1928 e mais tarde recebeu o upgrade em seu nome, passando a se chamar Genial-Lucifer. Agora sim! Curiosamente a marca fabricou modelos de dois e quatro tempos até fechar, em 1956.

Parece um culto secreto, mas é só uma reunião de entusiastas da Genial-Lucifer

Mais curioso ainda é que a empresa ainda fabricava bicicletas. E não por menos, foi a vencedora do lendário Tour de France, na edição de 1947. No entanto, por mais que as aspirações do nome fossem de rebeldia, deveria ser no mínimo estranho guiar uma Genial-Lucifer.

3 – RIP – Motos com nomes bizarros

Sinistro mesmo foi a alcunha que a Yamaha RD 350 ganhou. A famosa “viúva negra”, ou tampa de caixão. No entanto, ainda mais sombrio deveria ser guiar um modelo da RIP. Parece uma alusão ao descanse em paz (Rest In Peace), mas era somente a Rip Motor Cycle Company.

motos antigas com nome bizarro - rip

Os modelos da RIP não duraram muito tempo sobre a terra, causa rara mesmo para museu

Com sede em Leytonstone Road Stratford, Londres, a marca teve vida curta, de 1906 a 1907. Fabricava motocicletas com motores da Peugeot, tanto singles quanto V-twins. Atualmente são tão raras que não se encontra uma viva, sequer em museus.

4 – Thor: motos de heróis?

Nomeie uma motocicleta com o nome do deus nórdico do trovão. Agora faça jus a isso. Foi o que a fabricante norte-americana Thor fez. Vejam só, nem só de modelos obscuros e apelidos macabros foram as décadas passadas.

Thor: um herói, uma lenda, um deus, uma moto…

As Thors eram motos com nome bizarro, mas grandes brutas de 76 polegadas cúbicas (cerca de 1250 cc). Modelos que rivalizavam com as Harley-Davidson. No entanto, nem motocicletas potentes e o martelo dos deuses salvaram a empresa da falência.

5 – Thundercat

Thunder, thunder, thundercats, hoooo!!! Seria um jingle perfeito para a Yamaha apresentar a sua motocicleta. Isso se já não fosse uma marca registrada de um desenho infantil. Bem, Thundercat foi o nome que a marca japonesa resolveu apresentar na Europa, para a YZF600R.

motos com nome bizarro da yamaha

Thundercat, a moto perfeita para um adulto saudosista aos desenhos de infância

A moda de nomes curiosos começou na década de 1990. A Honda criou um apelido cativante para motos esportivas com a Fireblade. A Yamaha contra atacou com a Thunderace. Mas a 600 cc Thundercat ficou caricata, ao menos no título.

Veja também:

6 – A BMW ‘Fun’ e ‘Enduro’

Também na década de 90 a BMW criou um produto interessante, a F 650. O modelo desenvolvido em parceria com a Rotax logo entraria para a história por vencer duas edições do Dakar… mas nem ela foi poupada da lista de motos com nomes bizarros.

Isso porque o produto era um misto de moto para recreação / diversão (fun, em inglês) e off road / enduro. Por que não chamá-la em Funduro, em algumas versões? Seria melhor ficar só com a sigla, o que poderia dar errado?

Funduro, por que será caiu em uma lista de motos com nomes bizarros?

7 – K1200R Sport

A BMW K1200R Sport não tem um nome bizarro à primeira vista, principalmente a nós brasileiros. Mas o que poderia dar errado em adicionar a palavra ‘Sport’ ao título de uma moto já existente? Não muito, a menos que esse modelo já tenha um título que termine na letra R. E claro, caia em um mercado de língua inglesa.

motos com nomes bizarros da bmw

K1200R Sport pode ser um trocadilho daqueles… Pay attention!

Foi o que aconteceu com a alemã K1200R Sport. A fabricante sem querer criou um acrônimo que sou como traseiro, ou “Arse Port”. Aparentemente, ninguém ligou muito, e até pouco tempo, adicionando um pacote Sport a uma S1000R, poderia se criar uma nova Ass Port

8 – O Super Soco CU

Siglas são complicadas mesmo, imagina se o modelo chamado de Cu fosse vendido no Brasil. E ele é! O pequeno scooter elétrico da marca australiana Super Soco (que já nos soa com certa curiosidade, aliás) não foi relativamente feliz em seu nome de batismo.

Basta olhar na traseira para… Para ver o emblema!

Pode-se alegar que foi apenas uma homenagem ao símbolo do elemento cobre, da tabela periódica. No entanto, imagine falando para os amigos que você comprou ou ganhou um CU? É piada de quinta série, eu sei, mas eventualmente elas são inevitáveis. A marca aposta mesmo é nas siglas e tem a versão mais simpática e mais potente, CUX.

9 – Snob, moto com nome bizarro

O termo Snob foi incorporado ao Português como esnobe, classificando um indivíduo arrogante, com ar de superioridade. Neste momento, certamente alguém já lhe veio à mente, e agora você também poderá fazer a ligação de uma motocicleta com o termo.

Uma monocilíndrica perfeita para condutores soberbos da alta classe…

Snob foi uma marca alemã que ostentava um motor monocilíndrico de 155 cc. Realmente não era muito o que se gabar. Mas certamente era um item de luxo a cerca de 100 anos atrás. Lembrou de mais um nome de moto bizarro aí?

Veja mais em Motonline.com.br