HomeTestes e Reviews de MotosDe scooter a street: 8 motos elétricas vendidas no Brasil

De scooter a street: 8 motos elétricas vendidas no Brasil

O mercado das motos elétricas vem ganhando cada vez mais espaço no mundo. O ritmo no Brasil ainda é de passos curtos, mas já há modelos eletrificados interessantes à venda por aqui, especialmente nos segmentos dos scooter e street.

 

Oito motos elétricas à venda no Brasil

Modelo Preço
Autonomia
Voltz EVs R$ 19.990 e R$ 24.490 120 km e 180 km
Voltz EV1 Sport R$ 14.990 e R$ 18.790 100 km e 180 km
Super Soco TC Max R$ 34.900 140 km
Super Soco TC 21.900 100 km
Super Soco TSX 20.900 100 km
Super Soco CUX 17.940 70 km
Shineray SE1 Lítio R$ 12.990 60 km
Shineray SE1 Chumbo R$ 10.990 80 km

Veja também:

Motos elétricas da Voltz

Assim é a quarta loja física da Voltz. Dessa forma, a startup está com loja conceito em Minas Gerais, São Paulo, Salvador e Recife

A Voltz surgiu em 2017 como startup brasileira de motos elétricas e, atualmente, está no mercado nacional com dois produtos: o scooter elétrico EV1 Sport e a street EVS. 

Assim, o scooter é o principal produto da marca e possui 3.000W de potência e acelera até os 75 km/h. A versão com uma bateria tem autonomia de 100 km, enquanto a versão com duas possui 180 km. O modelo também chega de zero a 60 km/h em 12 segundos. Sendo assim, a Voltz oferece o scooter EV1 com uma bateria por R$ 14.990 e o modelo com duas por R$ 18.790.

motos elétricas

Além disso, o scooter foi o primeiro segmento de atuação da Voltz

Já a EVS, modelo do segmento street, tem um design moderno e melhor pacote de tecnologia. Com um painel digital e colorido, o piloto pode conectar o smartphone à moto e ter acesso a informações como localização da EVS, ligá-la e navegar pelo GPS. Assim, o modelo também possui velocidade máxima de 120 km/h e sua aceleração via de zero a 60 km/h em 6 segundos.

Enquanto isso, a EVS é uma street e está como opção no catálogo da Voltz

Além disso, o modelo com uma bateria tem autonomia de 120 km e custa R$ 19.990. Já a EVS com duas baterias consegue fazer até 180 km e tem o preço sugerido de R$ 24.490. Por fim, a empresa oferece 3 anos de garantia e atualmente soma quatro lojas oficiais no Brasil e mais de 30 unidades pop-up espalhadas pelo país. 

Motos da Super Soco no Brasil

A Super Soco TSX custa R$ 20.900 e chega a ser mais barata que a TC

A Super Soco é uma marca de motos elétricas criada pela empresa australiana Vmoto que já é bem consolidada no mercado exterior, marcando presença na lista das elétricas mais vendidas na Europa. No Brasil, a fabricante é representada oficialmente no país pela empresa Mobimax e tem como objetivo ofertar motos de fácil pilotagem. 

motos elétricas

Assim, a TC Max entrega números mais otimizados com relação a TC

Dessa forma, aqui no Brasil é possível adquirir modelos como CUX, TSX, TC e TC Max. No segmento scooter está o modelo CUX, com uma pegada mais retrô que nos recorda a clássica Vespinha. Sua bateria permite uma autonomia de 70 km e o pequeno scooter tem a velocidade máxima de 45 km/h. Na tabela Fipe, o modelo está custando R$ 17.940.

Partindo para os modelos maiores, as TC e TC Max possuem design vintage agressivo que vemos em motos tipo scrambler. O banco em couro e tanque de vincos angulados deixam os dois modelos bem interessantes. 

Enquanto isso, o scooter da marca chega como uma opção de quem não tem pressa

Assim a TC, versão de entrada, custa pela Fipe R$ 21.900 e tem autonomia de 100 km, chegando até 75 km/h. A TC Max é a versão melhorada da irmã, conseguindo circular até 140 km com uma carga completa, além de atingir a velocidade máxima de 100 km/h. Essa versão com upgrade custa R$ 34.900.

Enquanto a TSX deixa o tom retrô de lado e assume um visual mais moderno com um painel digital retangular e assento mais slim, muito comum em nakeds. Apesar de conservar os mesmos números da TC, a TSX custa R$ 20.900.

  • Assista ao vídeo da moto elétrica Super Soco TCmax:

Motos elétricas da Shineray

A Shineray SE1 Líto tem a vantagem de a bateria ser removível

A Shineray surfou na onda das cinquentinhas e também não quer ficar de fora das motos elétricas. Assim, a marca possui um catálogo variado entre scooter e ciclomotores eletrificados. Como uma boa opção está a SE1 Líto, um scooter de visual moderno com bateria de lítio (que permite a remoção para carregar) com autonomia  de 60 km. O scooter elétrico da Shineray custa R$ 12.990.

motos elétricas

Por fim, o modelo com bateria de chumbo não permite que o piloto tire a bateria para carregar dentro do apartamento, por exemplo

Se você quer economizar, o modelo SE1 Chumbo tem preço sugerido de R$ 10.990, mas sua bateria não é removível, sendo mais complicado para carregar em garagens compartilhadas. O modelo possui autonomia de  80 km e pesa 37 quilos a mais da versão com bateria a lítio, ou seja, tem 123 kg.

Veja mais em Motonline.com.br

Leia Também

close