HomeRevista PróEmpresa faz coleta de óleo usado durante o Sertões

Empresa faz coleta de óleo usado durante o Sertões

Marca patrocinadora do evento reforça compromisso com o meio ambiente ao dar o destino correto aos resíduos gerados ao longo da prova.

Nem sempre cumprir a lei é suficiente. Em muitos casos é preciso divulgar isto. 

A fabricante francesa de óleos, Motul, está realizando a coleta e promovendo a destinação correta dos mais diferentes óleos utilizados pelos pilotos ao longo do Sertões 2021, que este ano está sendo realizado 100% na região nordeste do Brasil. 

Presente ao evento desde o ano de 2018, a multinacional é também patrocinadora do evento, que teve largada na belíssima Praia da Pipa, em Natal, capital do Rio Grande do Norte. 

Para 2021, a organização tem reforçado a bandeira da sustentabilidade, com uma série de iniciativas que vão desde a conscientização ambiental de todos os envolvidos no que estão chamando de “o rally da sustentabilidade”.

O descarte de resíduos, nas edições anteriores, era feito pela organização, por meio de parceria com a Tasa. “A iniciativa está totalmente alinhada com os valores de sustentabilidade da empresa. Ficamos muito felizes por contribuir com a preservação do meio ambiente, por meio da coleta e destinação adequada dos resíduos líquidos gerados durante o evento”, afirma Elvira Paula Brito, gerente técnica da Motul.

Este cuidado com o meio ambiente pode ser visto em outros lugares do mundo, como no vídeo abaixo, quando visitamos o Borilli Off-road Park, na Itália, e vimos iniciativa semelhante. Confira: 

Mente Verde

O trabalho de conscientização, educação dos pilotos e equipes, é realizado diariamente, para que tenham cuidado na hora de promover a troca e a drenagem do óleo, minimizando a chance do produto migrar para o solo e água da região. 

São bombonas para a coleta dos óleos, com aberturas de no máximo 4 cm, para evitar que outros materiais caiam dentro do recipiente. Depois de cheias, as bombonas são esvaziadas em um caminhão-tanque. Ao final da prova, os dois caminhões que acompanham o evento serão destinados à uma usina de reprocessamento e refino. Lá, o óleo usado contaminado, denominado tecnicamente por OLUC, passará por filtragem e será incinerado de forma que os poluentes não sejam soltos na atmosfera. Além disso, a parte que puder ser reaproveitada será utilizada na fabricação de novos lubrificantes.

E porque isso é importante?

O óleo lubrificante é derivado de petróleo composto e contém diversos aditivos com metais pesados. A coleta evita que esse material gorduroso seja depositado no solo e nos lençóis freáticos, contaminando e afetando o meio ambiente a longo prazo. 



Veja mais em Revista Pró

Leia Também

close