HomeMotoraidFabio Santos e Lucas Dunka lideram o BRASILEIRO DE MX

Fabio Santos e Lucas Dunka lideram o BRASILEIRO DE MX

Corações acelerados e arrepios foram alguns dos sentimentos que a final da 2ª etapa do Brasileiro de Motocross causou nos amantes do esporte, os pilotos deram um show e surpreenderam a todos. As corridas aconteceram neste domingo (29/08), no motódromo de Faxinal, na cidade de Faxinal (PR).

No último dia de provas, o sol resolveu aparecer e deixou o tempo um pouco mais aquecido. O Campeonato Brasileiro não contou com a presença de público, e as corridas foram todas realizadas dentro do tempo determinado pelo Ministério Público do Paraná, 6 (seis) horas de provas.

Todos os dias contaram com transmissão ao vivo no YouTube da CBM – (Confederação Brasileira de Motociclismo), e os fãs de Motocross conseguiram acompanhar cada segundo do esporte.

Outro show foi a apresentação do Fred Kyrillos, da modalidade de Freestyle, que fez saltos e manobras no ar e deixou muitos boquiabertos com todas as técnicas e conhecimento, dignos de um ídolo do esporte no Brasil e no exterior. “Quero agradecer a todos da cidade de Faxinal (PR). Recebemos um carinho enorme da galera e o pessoal da CBM – (Confederação Brasileira de Motociclismo) deu o maior apoio. Foi muito massa! Esse é um projeto pessoal meu, eu quero aproximar o Freestyle do Motocross e com essa apresentação, demos um passo muito importante. O tempo colaborou muito para tudo isso acontecer”, relatou.

Os três dias de campeonato foram marcantes, cada um com seus destaques e emoções. Teve de tudo, principalmente solidariedade e amor. Por mais que seja um esporte de adrenalina, o Motocross mostra a força da união. Durante a prova da 50cc, um piloto caiu (sem risco), e um pai, que estava acompanhando seu filho na corrida (Os responsáveis das crianças que correm nessa categoria podem ter acesso a pista), o ajudou a se levantar e a ligar a moto para voltar à corrida, isso mostra que por mais que seja uma competição, a mão amiga sempre está presente no esporte.

Lucas Dunka foi o campeão da categoria MX2, seu pai, que estava o acompanhando, se emocionou muito. “A sensação é muito boa. Eu tinha parado de andar de moto, mas surgiu a oportunidade de voltar a correr com a equipe JP Racing de moto dois tempos e quero agradecer a todos”, declarou o piloto.

Marcello Leodorico foi o campeão da categoria MX2JR. Segundo ele, a sensação de competir no Campeonato Brasileiro é muito boa. “Voltar dos Estados Unidos, depois de seis meses longe da minha família, e poder vir aqui representar o estado de Goiás, e toda minha família, é muito gratificante. Me dediquei muito nos treinos e valeu muito a pena. Eu sou bastante competitivo, no nível de competir até no joguinho de palitos. Agradeço a todos que apoiam, meu irmão e minha equipe, meus pais e minha namorada”, contou.

Neste domingo (29/08), a cidade de Faxinal, no Paraná, recebeu a segunda etapa do Brasileiro de Motocross, em evento que teve rodada dupla. O saldo foi positivo para a Yamaha Monster Energy Geração, já que Fábio Santos venceu a primeira etapa e Carlos Campano venceu a segunda, na principal categoria, a MX1. E na MX2 outra vitória de Lucas Dunka, seguido por Fred Spagnol (Pro Tork KTM), Pepê Bueno (Yamaha), Leonardo de Souza (Honda) e German Bratschi.

Com estas duas etapas realizadas, Fábio Santos sai do Paraná como líder da categoria MX1 e Luncas Dunka da MX2. “Fim da segunda etapa, estou bastante feliz. Na segunda bateria a pista estava bastante perigosa, então resolvi apenas poupar e correr de uma forma segura pra terminar bem a bateria. Consegui terminar em primeiro, então estou bastante feliz com essa vitória e estou saindo daqui líder do campeonato. Estou muito feliz com isso!” afirmou Fabinho.

A próxima etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross acontece na primeira semana de Outubro (1, 2 e 3/10) o público vai poder acompanhar as 3ª e 4ª etapa. O evento vai acontecer na cidade de Fagundes Varela (RS).

Lucas Dunka/Yamaha – Foto Tiago Lopes/CBM

Resultados

Sexta-feira (27/08)
MX2
1 – Lucas Dunka
2 – Pedro Bueno
3 – Marcello Leodorico
4 – German Bratschi
5 – Guilherme Bresolin

MX1
1 – Fabio Santos
2 – Gustavo Pessoa
3 – Paulo Alberto
4 – Anthony Rodriguez
5 – Carlos Campano

MX3
1 – Roosevelt Assunção
2 – Marcos Cordeiro
3 – Rodrigo Taborda
4 – Marcus Ribeiro
5 – Willian Guimarães

MX2JR
1 – Marcello Leodorico
2 – Guilherme Bresolin
3 – Gabriel Mielke
4 – Luiz Felipe
5 – Peterson Filho

Sábado (28/08)
Nacional
1 – Vinicius Abreu
2 – Lucas Martini
3 – Ismael Rojas
4 – Leonardo Lima
5 – Johnata da Silva

MX4
1 – Willian Guimarães
2 – Marcos Cordeiro
3 – Luiz Medeiros
4 – Markolf Berchtold
5 – Cristiano Lopes

MX5
1 – Luiz Medeiros
2 – Adilson Luis
3 – Evaristo José
4 – Valdecir Oliveira
5 – Marco Muller

MX50cc
1 – Heitor Matos
2 – Guilherme Buozi
3 – Estevão Silva
4 – Lucas Valar
5 – Jonnas Andreazzi

MX65cc
1 – Kevyn Pinho
2 – Gabriel Cirino
3 – Caio Grosbelli
4 – Lucas Wandas
5 – Davi Stelle

MXF
1 – Maiara Basso
2 – Thais de Castro
3 – Larissa Dalló
4 – Tatiane Poltronieri
5 – Tainá Aguiar

ELITE MX
1 – Hector Assunção – MX1
2 – Jetro salazar – MX1
3 – Fabio Santos – MX1
4 – Gustavo Pessoa – MX1
5 – Carlos Campano – MX1

Domingo (29/08)
MX2
1 – Lucas Dunka
2 – Pedro Bueno
3 – Leonardo de Souza
4 – Frederico Spagnol
5- Renato Mattos

MX1
1 – Fabio Santos
2 – Carlos Campano
3 – Gustavo Pessoa
4 – Paulo Alberto
5 – Eduardo Lima

MX3
1 – Roosevelt Assunção
2 – Marcus Ribeiro
3 – Lucas Basso
4 – Rafael Fonseca
5- Markolf Berchtold

MX2JR
1 – Marcello Leodorico
2 – Franco Iavecchia
3 – Guilherme Bresolin
4 – Luiz Rocha
5- Alexandre Galdino

MXJR
1 – José Braulio
2 – Kauã Eduardo
3 – João Basílio
4 – Kevin Martins
5- Diego Enrique

ELITE MX
1 – Fabio Santos
2 – Carlos Campano
3 – Gustavo Pessoa
4 – Paulo Alberto
5 – Eduardo Lima

SOMA ELITE MX1
1 – Carlos Campano – 47
2 – Fabio Santos – 45
3 – Gustavo Pessoa – 36
4 – Hector Assunção – 35
5 – Jetro Salazar – 33

SOMA ELITE MX2
1 – Lucas Dunka – 50
2 – Frederico Spagnol – 40
3 – Pedro Bueno – 40
4 – Leonardo de Souza – 36
5 – German Bratschi – 35

CLASSIFICAÇÃO DO CAMPEONATO

Duas etapas realizadas (quatro baterias)

MX1
1-Fabio Santos/Yamaha – 90 pontos
2-Carlos Campano/Yamaha – 79
3-Gustavo Pessoa/Honda – 76
4-Hector Assunção/Honda – 71
5-Jetro Salazar/Honda – 70

MX2
1-Lucas Dunka – 100 pontos
2-Pepê Bueno/Yamaha – 80
3-German Talmom – 75
4-Leonardo Souza/Honda – 71
5-Fred Spagnol/Pro Tork KTM – 68

Veja mais em Motoraid

Leia Também

close