GasGas vence Dakar 2022 ao bater Honda, KTM e Yamaha

0
70

O piloto da GasGas, Sam Sunderland venceu a edição do Dakar 2022 nas. Esta foi a primeira vitória da fabricante espanhola na competição. Além disso, representou a quebra de uma hegemonia de mais de 20 anos, de marcas como a Honda (2020 – 2021) e principalmente KTM (2001 – 2019).

GasGas vence Dakar 2022

Sunderland garantiu seu segundo título nas motos do Dakar, repetindo o sucesso de 2017, quando pilotava pela KTM. Agora manteve sua pequena vantagem de tempo, conquistada durante as 12 etapas disputadas nas areias da Arábia Saudita.

Foi o suficiente para que ele chegasse à frente da Honda de Pablo Quintanilla e da KTM de Matthias Walkner. Sem falar da Yamaha de Adrien van Beveren, que finalizou a mais de 18 minutos atrás.

Sunderland GasGas, unidos pela KTM no Dakar 2022…

O britânico Sunderland chegou apenas no final do ano passado na equipe da GasGas. O time foi reforçado também com o piloto Daniel Sanders e pelo esforço da marca proprietária austríaca. Sim, a KTM! O plano da fabricante foi dar um “gás” aos espanhóis, vejam só…

Sunderland e GasGas foram a surpresa do Dakar 2022

Com isso, não é surpresa ver que a moto vencedora utilizada é a 450 Rally Factory Replica, um modelo variante da KTM. Esse tipo de intercâmbio acontece também na Husqvarna, que é outra empresa de propriedade dos austríacos. Em resumo, por tabela, os europeus seguem no topo, mesmo depois de serem surpreendidos pela Honda em 2020-2021.

Top10: ranking geral das Motos após todas as 12 etapas

Pos. Piloto Equipe Tempo Diferença Penalidade
1 3 (Gbr) Sam Sunderland GasGas Factory Racing 38h 47′ 30”
2 7 (Chi) Pablo Quintanilla Monster Energy Honda 38h 50′ 57” 00:03:27 00:01:00
3 52 (Aut) Matthias Walkner Red Bull KTM Factory Racing 38h 54′ 17” 00:06:47
4 42 (Fra) Adrien Van Beveren Monster Energy Yamaha Rally Team 39h 06′ 11” 00:18:41
5 88 (Esp) Joan Barreda Bort Monster Energy Honda 39h 13′ 12” 00:25:42 00:03:00
6 11 (Chi) Jose Ignacio Cornejo Florimo Monster Energy Honda 39h 25′ 36” 00:38:06
7 2 (Eua) Ricky Brabec Monster Energy Honda 39h 33′ 34” 00:46:04 00:14:00
8 29 (Eua) Andrew Short Monster Energy Yamaha Rally Team 39h 33′ 38” 00:46:08
9 43 (Eua) Mason Klein Bas World KTM Racing 39h 36′ 37” 00:49:07
10 18 (Aus) Toby Price Red Bull KTMFactory Racing 39h 36′ 50” 00:49:20 00:06:00

Kevin Benavides (KTM) vencedor em 2020 abandonou a prova na 10ª etapa, após quebra na moto

Veja também:

Brasileiro leva título nos UTVs

Na classe dos UTVs, o norte americano Austin Jones venceu guiado pelo seu navegador briasileiro Gustavo Gugelmin. Eles levaram o título do Dakar 2022 na categoria, após chegarem na terceira posição no último dia. A sexta-feira ainda teve a dupla brasuca Rodrigo Luppi e Maykel Justo terminando em segundo, e em sexto na geral.

O Brasil vem ganhando gosto pelos pequenos modelos de quatro rodas na competição. O primeiro título de competidores nacionais foi em 2017, com Leandro Torres e Lourival Roldan. Já em 2018, Gugelmin venceu e levou seu triunfo inicial, ao lado de Reinaldo Varela.

Nos quadriciclos, o maranhense Marcelo Medeiros completou a etapa derradeira em  terceiro, com o Yamaha Raptor 700. No entanto, ele completou a competição em sexto na geral, prejudicado por uma quebra mecânica ocorrida na quinta etapa. O título da classe ficou com o francês Alexandre Giroud.

Veja mais em Motonline.com.br