HomeTestes e Reviews de MotosHimalayan tem cópia menor, mais barata... e interessante

Himalayan tem cópia menor, mais barata… e interessante

Você deve se lembrar da Africa Twin de R$ 23 mil, da S 1000 RR que na verdade tem 450 cc e da R6 de apenas 35 cv. Todos estes são clones chineses de motos mundialmente conhecidas e agora foi a vez da Himalayan servir de inspiração para outro produto.

Porém, a cópia da Royal Enfield não veio do mais mais populoso do mundo e sim de um local que é conhecido, inclusive, por ser celeiro de grandes campeões da motovelocidade. Estamos falando da Hanway, divisão da espanhola Motorien. E a moto da vez é a pequena aventureira G15.

g15 é cópia da Himalayan

Olhe de novo, esta não é a Himalayan. Conheça a Hanway G15, inspirada no sucesso da Royal Enfield

 

Himalayan tem cópia de 150 cilindradas

A Hanway G15 não faz qualquer questão de esconder sua proximidade com a Himalayan, um dos mais recentes cases de sucesso da Royal Enfield. As linhas da silhueta, o formato do banco, o sub-chassi aparente, o farol redondo. Até o suporte de placa é, no mínimo, muito familiar.

Himalayan tem cópia descarada, a G15

A Hanway não poupou sequer as linhas do suporte de placa, quem dirá o sub-chassi aparente, formato do banco ou tipo de tanque

Assim, outros componentes caracteríticos da angloindiana também são encontrados na G15. É o caso do tanque com espaço para as pernas bem demarcado, escapamento com ponteira ascendente e bolha. Sim, até o formato do para-brisa foi copiado. Ao menos os espelhos são diferentes, mais arredondados na Himalayan.

Himalayan vermelho com preto

Agora sim, a Royal Enfield. Himalayan é um dos mais recentes sucessos da marca em nível global

Entretanto, ao contrário do visual, na mecânica elas seguem receitas distintas. E Hanway é equipada com um motor arrefecido a líquido, DOHC de 4 válvulas e 124 cm³, que gera 14,9 cv de potência máxima a 10.000 rpm. O câmbio é de seis velocidades. A seco, seu peso fica abaixo dos 130 kg. Além disso, seu chassi é de berço duplo.

Já a Himalayan tem motor SOHC, arrefecido a ar, de 411 cm³. Ele entrega 24,5 cv a 6.500 rpm e 3,4 kgf.m de torque a 4.000 rotações. O câmbio tem cinco velocidades e o peso a seco é de 185 kg.

Veja também:

 

Uma Himalayan mais leve e econômica

Apesar das diferenças de tamanho, é impossível deixar de comparar duas motos com proposta e visual praticamente idênticos. E também não podemos negar que a cópia tem algumas vantagens sobre sua musa inspiradora.

E a G15 tem lá seus pontos fortes. Motor arrefecido a líquido entrega quase 15 cv e contribui ao baixo peso do conjunto

A primeira delas está na autonomia. Enquanto o tanque da Himalayan tem capacidade para 15 litros, a G15 é generosa ao comportar 20 litros. Se tratando de uma 125, isto significa rodar mais de 700 km sem se preocupar em reabastecer.

Outro ponto em que a inspirada se sobressai à inspiradora é na maleabilidade, uma vez que pesa praticamente 50 kg a menos. Aliás, por muito pouco sua relação peso e potência também não é superior.

Diferente da Himalayan, painel da Hanway é totalmente em LCD, mas tem qualidade de acabamento questionável

A pequena G15 ainda marca um gol na tecnologia, uma vez que sua iluminação é full LED – diferente da Royal Enfield, que tem lâmpada halógena nos farol e setas. Já o painel é em LCD e os freios são apenas combinados CBS, sem opção por ABS.

Mas não se deixe enganar, a aptidão da G no fora de estrada é apenas visual. Suas suspensões têm apenas 110 mm de curso na dianteira (onde há garfo invertido) e 60 mm atrás, medidas dignas de scooter. Além disso, as rodas de liga leve (de 19 e 17 polegadas) tendem a sofrer mais que as raiadas da Himalayan, que ainda são aros 21 e 18. Ponto para a ‘inspiradora’.

A G15 está à venda na Europa, onde custa cerca de mil euros a menos que a Himalayan original

 

Quanto custa esta ‘Himalayan’ menor

A Hanway é uma das marcas do grupo Motorien que também comercializa motos de outras marcas, incluindo, curiosamente, a Royal Enfield. Desta forma, a G15 está disponível em países da Europa, como Portugal e Espanha.

preços da Himalayan no brasil

Por aqui, a Himalayan tem preços variando de R$ 20.390 a R$ 25.389

Por lá, a pequena aventureira tem preço sugerido de 3.490 euros, enquanto a Himalayan 2021 custa de 4.945 a 5.545 euros, dependendo do acabamento. Em conversão direta, estamos falando de aproximadamente R$ 22.200, R$ 31.400 e R$ 35.300. No Brasil, a Himalayan tem preço sugerido variando de R$ 20.390 a R$ 25.389.

Veja mais em Motonline.com.br

Leia Também

close