HomeTestes e Reviews de Motos'Honda ADV 150 chinês' é mais barato e melhor equipado

‘Honda ADV 150 chinês’ é mais barato e melhor equipado

Vez ou outra surge um clone chinês de uma motocicleta mundialmente conhecida. Foi assim com a BMW S 1000 RR e com a Africa Twin, por exemplo. Estas chinesas são, basicamente, motos de cilindrada (e qualidade) inferior, design muito próximo e nome esquisito. Porém, agora eles foram mais longe.

Nem o nome ou tamanho cúbico do motor foram poupados. É assim que surge a ‘versão chinesa e barata’ da Honda ADV 150, produzida pela chinesa Dayang. E como ela se chama? Dayang ADV 150, oras. Conheça o scooter inspirado no pequeno aventureiro da Honda.

Honda adv - dayang

O Dayang ADV 150 é uma cópia do Honda ADV

 

Cópia chinesa: um Honda ADV por R$ 12 mil

Primeiro, as apresentações. De um lado temos o Honda ADV 150 (chamado no Brasil apenas de ADV), um modelo global da japonesa que foi apresentado ao mundo em 2019. Ele herda a plataforma do bem-resolvido PCX e adiciona a um visual inspirado no grande scooter aventureiro da marca, X-ADV.

Do outro, há o Dayan ADV 150. Ele surgiu em 2021 com design e especificações muito próximos aos do Honda, sem qualquer pudor ou desfarce. Tem até algumas vantagens sobre seu muso inspirador. A principal, claro, é o preço.

Iluminação tem luzes de posição em LED e quatro faróis. Acima, há para-brisa ajustável em 5 posições

O ADV chinês já está disponível em diversos mercados da Ásia, incluindo o filipino. Por lá ele custa 116,500 pesos – algo próximo dos R$ 12.250 em conversão direta. Já o Honda parte dos 149,000 (cerca de R$ 15.600). Uma diferença de quase 30%.

 

O chinês tem recursos que faltam no Honda

Qual a relevância de um produto que se satisfaz com a posição de cópia de outro que lhe antecedeu? Nenhuma. Por isso, a Dayan equipou o seu ADV 150 com alguns recursos exclusivos – ou seja, ausentes no próprio modelo da Honda.

Enquanto o Honda tem ‘apenas’ uma tela LCD, o Dayang oferece uma TFT maior que a da Africa Twin. De quebra, tem conexão bluetooth e espelhamento com smartphone

Entre os mais interessantes estão a tela. Enquanto o ADV original possui um visor de LCD (muito completo, aliás), o chinês tem uma tela TFT. E de sete polegadas. É maior que o equipamento da Africa Twin 1100, por exemplo.

Sistema de partida sem chave, claro, é outro item de série do ADV chinês

Espelhamento com câmera GoPro? Isto é passado. O pequeno aventureiro tem câmeras frontal e traseira, que auxiliar na pilotagem (como para estacionar em locais apertados) e registram a viagem. Tudo gerenciado pela já citada tela TFT.

Aí eles foram longe demais. Scooter chinês tem ABS de dois canais, enquanto no Honda há o sistema apenas na roda dianteira

E tem mais. Para completar, o chinês mira num ponto fraco do Honda ADV, a falta de ABS atrás. Enquanto no ‘original’ a tecnologia está presente apenas na roda dianteira, no ‘clone’ há ABS de duas vias.

 

Muitas semelhanças

Naturalmente, o Dayan tem uma extensa lista de componentes similares aos Honda. A começar pelo motor, um igualmente monocilíndrico arrefecido a líquido. No chinês são 16,2 cv e 1,4 kgf.m de torque, enquanto o japonês entrega ‘apenas’ 13,2 cv e 1,38 kgf.m.

honda adv - dayang adv 150

As semelhanças são inegáveis, não? Dayang tem até sistema a gás na suspensão traseira – mas não de grife

Além disso, para fazer jus ao visual aventureiro ambos contam com pneus de uso misto e suspensões de curso elevado – para o padrão dos scooter. Mas aqui o Honda tem vantagem, afinal tem o sistema traseiro assinado pela Showa.

honda adv - dayang adv 150

Motor gera 16,2 cv (no ADV são 13,2 cv) e há, inclusive, uma versão híbrida a eletricidade e gasolina

O sistema de iluminação de ambos também é full-LED e nenhum deles economizou em carenagens plásticas ‘aventureiras’. As dimensões também são próximas, mas, entre outras pequenas diferenças, o Dayang tem banco 2 centímetros mais baixo.

 

O ‘Honda ADV barato’ virá ao Brasil?

Nesta vida nada é impossível, mas uma vinda do Dayang ADV 150 ao nosso país é pouco provável. Vale lembrar, porém, que a marca já ofereceu seus produtos no Brasil. Ela esteve por aqui de 2007 a 2016, com motos de baixa cilindrada.

honda adv - dayang adv 150

Dayang custa cerca de 30% menos que o Honda ADV e está disponível em seis opções de cores, incluindo o clássico vermelho

Ao menos por enquanto a empresa deve focar sua operação em mercados com maior volume de vendas de scooter e onde já possui operação estabelecida. E cá entre nós, este clone chinês não parece ruim. Possui itens de série além do Honda e ainda custa 30% menos.

honda adv 150 preço

A Dayang esteve um bom tempo no Brasil. Por aqui, o Honda ADV tem preço sugerido de R$ 18.500, mas acaba custando mais de R$ 21 mil nas concessionárias

Atualmente, o ADV tem preço sugerido de R$ 18.500 no Brasil, mas nas concessionárias passa dos R$ 21 mil de acordo com a FIPE. Ter um scooter aventureiro com preço abaixo dos R$ 13 mil não seria má ideia.

 

Veja mais em Motonline.com.br

Leia Também

close