HomeRevista PróHRC disputa o MXGP na Bélgica

HRC disputa o MXGP na Bélgica

A pista de areia é um dos maiores desafios para os pilotos na sexta etapa do mundial de motocross

Lommel, na Bélgica, construiu legitimamente sua reputação de ser a pista de motocross mais difícil do mundo, onde, neste fim de semana Tim Gajser e a equipe HRC participarão da sexta rodada do campeonato mundial 2021 MXGP.

Localizado em um parque industrial na periferia da cidade, o terreno plano, não intimida  imediatamente o piloto que se aproxima, mas o layout de areia consistente e profunda e a natureza em constante evolução, faz com que a prova seja mentalmente e fisicamente bem  desgastante.

Se fosse o início da carreira de Gajser, com certeza este circuito o deixaria com medo, mas depois de trabalhar duro nas últimas duas temporadas nas pistas de areia na Croácia, o piloto provou  dominar este tipo de solo também. Em 2019, ele venceu na classificação geral, nas demais corridas, ele esteve sempre ente os primeiros colocados. Foi um grande avanço e serviu para mostrar o quanto Gajser e sua Honda CRF450RW evoluíram.

Este ano, o esloveno chega mais uma vez como detentor da placa vermelha e com uma vantagem de 11 pontos sobre seu rival mais próximo, porém, um erro na segunda bateria em Loket na semana passada fez com que a diferença ficasse um pouco menor daquela que ele esperava. No entanto, ele mostrou grande determinação para lutar por muito. Ele vai precisar muito desse espírito aguerrido nas duas eliminatórias quando o Gate cair.

Tim Gajser: “Tivemos uma semana intensa de treinamento com a equipe, apenas acertando os últimos detalhes para depois seguir rumo a Lommel. O fim de semana passado foi um pouco decepcionante, mas felizmente, estamos caminhando direto para uma outra corrida, então posso me concentrar um pouco mais afim de conseguir dois bons resultados em Lommel. Obviamente, os últimos dois anos foram muito produtivos, ganhamos três em quatro corridas e por isso estou muito animado para tentar mais uma vez e mostrar como estou andando bem na areia.“

Marcus Pereira de Freitas – Gerente Geral HRC – MXGP: “Lommel é sempre um teste difícil e, de certa forma, é a corrida perfeita para Tim se recuperar daquela em Loket. Ele tem rodado extremamente bem na areia e será uma corrida completamente diferente da República Tcheca. Todos da equipe estão prontos para dar apoiar na busca de conseguir bons resultados. Esta semana conversamos com Tim por algumas horas e foi bom deixa-lo um pouco longe das pistas, sem muita pressão quando o Gate cair.”

 

Crédito: Honda Racing Corporation



Veja mais em Revista Pró

Leia Também

close