HomeMotorsports.ptHugo Basaúla, Enduro: "Foi um dia bastante complicado"

Hugo Basaúla, Enduro: “Foi um dia bastante complicado”

Hugo Basaúla foi 6.º classificado na classe Elite Absoluto no primeiro dia do Enduro Rotas do Douro em Peso da Régua.

O piloto da KTM disse-nos que “o dia de hoje foi bastante complicado. Há uma semana atrás tive uma queda a treinar. Caí em cima de um fardo de palha que tinha um arame e que me furou o cotovelo e tocou num nervo. Fiz exames médicos no hospital esta semana e fui acompanhado por um neurologista. O nervo afeta-me a sensibilidade da mão e dos dedos”.

O vencedor da ronda de abertura do campeonato “não sabia se ia conseguir estar em condições para competir e, com as especiais tão técnicas como as que encontrámos hoje, o 6.º lugar foi o máximo que consegui fazer. Só na Cross Test é que consegui acelerar mais porque o piso era em terra solta e não me causou tantos problemas”.

Sendo a primeira prova de Enduro que está a fazer lesionado, Basaúla compara: “no Motocross, quando estás lesionado, sabes que é 30 minutos de corrida e depois acaba o sofrimento. No Enduro é diferente: a dor passa, volta, passa, volta… e saber que vais enfrentar um obstáculo e teres a noção que te vai doer torna-se complicado a nível psicológico. Estive sempre a pensar na dor e se estava ou não a agarrar o guiador porque não tenho sensibilidade na mão”.

Consciente desta limitação, O “Basa” não deixou de reconhecer que “os meus adversários foram muito superiores a mim. Dei o meu máximo mas não há desculpas. Só quero chegar ao fim desta prova amanhã e somar o máximo de pontos para o campeonato”.



Veja mais em MOTORSPORTS.PT

Leia Também

close