Indisponível no Brasil, KTM relança 790 Duke no exterior

0
47

A austríaca KTM reintroduziu a naked 790 Duke nos mercados globais. Após um breve hiato, a moto faz um retorno surpresa em 2022, preenchendo a lacuna entre os modelos 390 Duke e 890 Duke. Mantendo seu visual característico, a motocicleta promete ainda ter gás para ficar mais um tempo no catálogo.

KTM 790 Duke 2022

Para quem não lembra, a KTM 790 Duke fez sua primeira estreia em 2017, no Salão de Milão (EICMA). A naked veio com a missão de representar a marca austríaca no disputado segmento que tinha rivais como Yamaha MT-09 e Triumph Street Triple 765 S.

KTM 790 Duke ainda protótipo apresentado em 2017

A moto chegou na Europa custando o equivalente ao dobro da 390 Duke, 9.950 euros (cerca de mais de R$ 44 mil na época). E do contrário da pequena, não foi disponibilizada ao Brasil. Mais tarde, em 2021, a motocicleta foi substituída na linha de produtos da marca pela 890 Duke.

Como é nova KTM Duke

Agora a KTM 790 Duke volta a ser disponibilizada em 2022, mantendo seu já conhecido design. De forma curiosa, as linhas seguem ainda em voga com as motos mais novas da marca. Sendo assim, pouca coisa precisou ser alterada.

790 Duke relançada em 2022

O modelo segue movido pelo motor bicilíndrico paralelo de 799 cc, que já atende as normas de emissões mais recentes da Europa, o Euro5. O propulsor produz potência máxima de 105 cv a 9.000 rpm e torque de 8,8 kgf.m aos 8.000 giros, acoplado a uma caixa de 6 velocidades. A Duke ainda deve contar com uma versão de 95 cv, para atender aos novatos das licenças A2 no velho continente.

A 790 manteve também o quadro principal e subquadro, junto do garfo invertido WP Apex USD não ajustável e um monoamortecedor com ajuste de pré-carga. No que diz respeito à eletrônica, o modelo 2022 conta com controle de tração sensível à inclinação, ABS com auxílio em curvas e os modos condução – Rain, Street e Sport.

Com exceção dos grafismos, visualmente nada mudou…

Mas essa lista pode ser aumentada com os opcionais de quickshifter, controle do freio motor, modo de pista, TPMS e sistema KTM My Ride para conectividade via Bluetooth. Diga-se de passagem, alguns dos itens que eram padrão anteriormente…

Veja também:

Modelo 2022 trás nova cor em tons cinza e preto

KTM 790 Duke 2022 no Brasil

A KTM 790 Duke relançada chega em duas novas cores, um tom cinza e preto e o tradicional laranja. A fabricante pretende destinar o modelo para mercados como a Europa e América do Norte, partindo dos 9 mil euros (cerca de R$ 49 mil em conversão direta).

Sendo o meio caminho em entre a Duke 390 e 890, modelo relançado poderia ser opção para o Brasil

Não há previsão de chegada no Brasil. Por aqui a marca sequer disponibiliza sua versão sucessora, a 890 Duke, apenas a linha trail da 890 Adventure. Caso venha futuramente, será concorrente direta das Triumph Trident 660 (R$ 47.490), Yamaha MT 07 (R$ 45.190) e Honda CB 650R (R$ 48.440).

Veja mais em Motonline.com.br