HomeMotorsports.ptInternacional de Hawkstone Park: Desilusão para a Monster Energy Yamaha

Internacional de Hawkstone Park: Desilusão para a Monster Energy Yamaha

A
sorte não esteve do lado da equipa Monster Energy Yamaha Factory MX2, nesta prova
que teve lugar em Hawkstone Park, na Grã-Bretanha.

Ben
Watson acabou por nem sequer arrancar para a corrida, devido a uma lesão na mão
e Jago Geerts terminou no 11º lugar da geral, depois de várias quedas na lama.

A
tempestade Ciara atingiu o Reino Unido no domingo, com chuva forte e ventos que
atingiram os 120 km/h, o que acabou por representar uma dificuldade adicional
para os pilotos em prova.

O
britânico Ben Watson viu-se obrigado a ficar de fora da corrida, visto que se
lesionou na mão no início desta semana durante um treino. Por isso mesmo, o
piloto da casa não quis correr riscos desnecessários, principalmente, com o
campeonato mundial a começar dentro de apenas três semanas.

Quanto
a Jago Geerts, as dificuldades surgiram logo no arranque para a primeira corrida,
mas conseguiu recuperar, ganhando vários lugares, logo na primeira volta. O
piloto belga subiu diretamente para a quarta posição mas acabou por cair na
lama enquanto lutava pelo segundo lugar com Haarup e De Wolf, tendo terminado
em quinto.

Geerts partiu bem na segunda corrida mas foi atingido por trás na segunda curva e acabou por cair novamente. Geerts não desistiu e fez uma grande recuperação que o levou rapidamente à quinta posição. No entanto, depois de mais duas quedas, concluiu a prova 14º lugar.

O piloto não ficou satisfeito com a sua prestação em Hawkstone Park, principalmente, depois de ter vencido a corrida de abertura do campeonato Internacional de Itália, em Riola Sardo, há duas semanas. “Esta é uma corrida para ser esquecida o mais rápido possível. Condições climáticas difíceis, muitas quedas… Bati com muita força na coxa contra o guiador, no final da segunda corrida. Felizmente, não houve lesões graves, apenas algumas dores musculares. O único aspeto positivo de hoje: o meu grande arranque na segunda corrida”, referiu, desiludido, Jago Geerts.

Foto: Monster Energy Yamaha Factory MX2



Veja mais em MOTORSPORTS.PT

Leia Também

close