Marca de moto: quem é a GasGas, campeã do Dakar 2022

0
50

Você conhece a GasGas? Sim, estamos falando da mais recente campeã do Dakar 2022. Essa marca de moto é velha conhecida do universo off-road, no entanto, está agora em destaque ao quebrar a hegemonia de mais de 20 anos das gigantes Honda (2020 – 2021) e KTM (2001 – 2019) no maior rali do mundo.

 

GasGas – A marca de moto off-road

A GasGas é uma fabricante de motocicletas baseada na Catalunha, na Espanha, e especializada em modelos off-road. A empresa surgiu em 1985, da falência de outra marca, a Bultaco. Desde então, começou a oferecer uma gama de produtos motorizados por combustível de 2 tempos. Nos anos posteriores, ampliou o catálogo com modelos mais avançados de enduro.

Marca de moto: assim iniciou a GasGas ainda nos anos de 1980

Seu curioso nome tem inspiração também nas competições. E utiliza a expressão “Gas a fondo… gas gaaas!”, que se traduz em “Vamos lá, com todo o gás!” ou “Vá… mais rápido, mais rápido!”. Mas o pedido por velocidade não ficou restrito à apenas a marca. Já em 1993, a GG colecionava 16 títulos mundiais de trial da FIM e quatro títulos consecutivos da FIM Trial-E.

Marca entrou para o MXGP em 2020

GasGas se junta a KTM e Husqvarna

Em 2019, a GasGas se juntou ao Pierer Mobility Group, que detém marcas como a austríaca KTM e a sueca Husqvarna. Os modelos seguiram sendo fabricados em Girona, na Espanha, mas passaram a contar com o reforço das instalações de fabricação de última geração na Áustria. Assim, expandiu sua linha de enduro e introduziu uma variedade de motos de motocross e mini motocross. Além disso, também com as E-bikes.

Marca de moto faturou vitória em etapas do AMA Supercross

O investimento na marca ganhou mais “gás” em 2020, quando a fabricante alinhou pela primeira vez no grid da temporada do MXGP. Em 2021, a GasGas participou também do AMA Supercross. Seguindo em frente, a marca esteve empenhada em competir também no campeonato mundial de trial, enduro, rali, supercross e motocross.

GG entrou também no Moto3, categoria de base do MotoGP

O grupo Pierer vem promovendo uma série de investidas com o nome GasGas. Embora tecnicamente as motos e equipamentos compartilhem grande parte dos componentes com o poderio da KTM. Isso pode ser visto com a entrada no mundial de Moto3 em 2021, substituindo um dos times da marca austríaca. E mais recentemente, na aposta para o Dakar 2022.

Veja também:

Sam Sunderland veio da KTM para vencer Dakar junto da GasGas

GasGas no Brasil

No Brasil, a GasGas tem representantes desde 1994. E atualmente os espanhóis são administrados aqui pelo Grupo empresarial Celeghini, de Belo Horizonte, que detém os direitos da marca no país. O catálogo de produtos oferece os modelos enduro e cross, além de demais itens.

Em 2012, com o lançamento do modelo Cami EC 250F, foi prometida a construção de uma fábrica na cidade de Contagem, Minas Gerais. Já em 2020 surgiu a promessa de instalação de uma unidade no Piauí, até julho de 2021. Até aqui não saíram do papel, mas veremos se no futuro o sonho se concretiza…

Veja mais em Motonline.com.br