HomeShow RadicalMateus Oliveira, mais um jovem Brasileiro acelerando em pistas Norte Americanas

Mateus Oliveira, mais um jovem Brasileiro acelerando em pistas Norte Americanas

Mateus vem de uma família apaixonada pelo off road, família Dedel.
Foto: Arquivo Pessoal

O jovem de apenas 16 anos vive nos EUA a pouco mais de 3 anos. Sua ida para a “terra do tio Sam”, teve como objetivo principal vivenciar mais de perto o verdadeiro Motocross, tendo a oportunidade de competir ao lados de alguns dos melhores na modalidade, e também ter acesso a peças e acessórios de alta performance.

Acompanhado de sua família, (Família Dedel) Mateus já acumula uma vasta experiência adquirida nos EUA, disputando as principais competições amadoras, com as “promessas” das principais equipes norte americanas.

Da esquerda para direita: Mateus, sua mãe, e seu pai Tiago, ao fundo seu irmão mais novo.
Foto: Arquivo Pessoal

No ano de 2018 seguindo um trabalho intenso nos treinamentos, o piloto teve uma evolução significativa. Logo no início de 2019 os resultados já começaram a aparecer, com o título do “Flórida Winter AM”, após três etapas, na categoria “Schoolboy 2”, e garantiu a segunda colocação em mais duas categorias.

Ao longo de 2019, o brasileiro obteve mais conquistas em vários campeonatos país a fora. Destaque para os dois vice campeonatos, em duas das maiores competições amadoras do país. Vice campeão no Amador em Daytona, e também no Mini Os, sendo assim, a temporada de grandes resultados positivos até o momento.

Após um ano de muita evolução como foi em 2019, para essa temporada o piloto tomou a decisão de subir para a categoria 250B, categoria semi profissional onde estão os futuros grandes nomes das principais categorias do profissional.

A primeira e única competição disputada até o momento foi o Supercross Amador em Daytona, fazendo a estréia na categoria 250B.

Minha primeira corrida na 250B foi um resultado muito bom, levando em conta minha estréia em uma categoria semi profissional onde o nível é altíssimo, e boa parte são pilotos de fábrica, que vivem em centro de treinamentos. Eu sou um piloto privado e meus treinos são apenas em finais de semana, por conta da rotina. Seguirei trabalhando em busca da evolução e da melhor performance.”

Mateus é um dos poucos pilotos de sua nova categoria, que treinam apenas em finais de semana, grande parte dos atletas de sua nova categoria, vivem em Centros de Treinamentos e já tem contrato assinado com grandes equipes do país.

Mateus Oliveira em ação no RCSX, Supercross Amador, em Daytona.
Foto: Arquivo Pessoal

A convivência com uma “legião” de brasileiros que vivem e competem em terras norte americanas, foi um dos principais fatores responsáveis na evolução e adaptação do piloto nessa nova fase.

Com toda a experiência adquirida, o piloto estuda a possibilidade de retornar ao Brasil em breve, dessa vez preparado para brigar de igual para igual com os concorrentes nos campeonatos nacionais.

Enquanto isso o piloto segue firme nos treinos esperando o retorno da temporada de competições, para chegar as disputas no mais alto nível.

Continue arrastando para cima ☝☝☝ para conferir todos os patrocinadores do site   👇⚡!
– Clicando no anuncio das empresas você é direcionado ao site da marca!



Veja mais em  

Leia Também

close