Milhões: quais marcas doaram às vítimas da guerra na Ucrânia

0
44

Infelizmente, a guerra na Ucrânia já pode ser considerada o evento geopolítico mais marcante dos últimos tempos. Por isso, a sociedade internacional organiza-se para proporcionar ajuda humanitária na região do conflito.

E não é diferente no setor do motociclismo, no qual grandes empresas estão encontrando formas de minimizar o sofrimento do povo ucraniano. Saiba quais marcas estão ajudando e seus generosos valores doados.

guerra na ucrânia

Muitas marcas de motos não se contentaram em excluir a Rússia de suas transações e estão fazendo doações para entidades humanitárias. A Cruz Vermelha é uma das mais auxiliadas.

Motociclismo contra guerra na Ucrânia

Desde que iniciou a invasão do território ucraniano, as entidades e grandes empresas do setor adotaram medidas radicais. Primeiramente, vieram as sanções econômicas perante a Rússia, quando um grande número de fabricantes interrompeu a produção e as operações comerciais na Rússia,  incluindo Honda, Harley-Davidson, BMW e Yamaha, entre outras.

Grandes marcas, entre elas a Honda (foto), retiraram a venda de veículos na Rússia.

Após, veio a proibição por parte da FIM (Federação Internacional de Motociclismo) da participação de pilotos russos e bielorrussos em eventos esportivos, bem como o cancelamento de eventos em ambos países. Agora, as marcas também estão doando grandes quantias em dinheiro e produtos essenciais como ajuda humanitária às vítimas do conflito.

Veja também:

Marcas doam milhões para ajudar vítimas (saiba valores)

Vamos destacar aqui algumas marcas de peso do unverso duas rodas que realizaram ajuda humanitária ao povo ucraniano:

A japonesa Bridgestone Corp. doou cerca de 500 milhões de ienes, cerca de R$ 20,3 milhões em conversão direta para o Real. O destino é o Escritório do Alto Comissariado da ONU para Refugiados e outras entidades internacionais que ajudam as vítimas. Vale lembrar que até o momento há mais de 4 milhões de refugiados rumando a países da Europa. Além disso, a Bridgstone Americas doou R$ 1,2 milhão ao Comitê Internacional da Cruz Vermelha.

marcas doam pela guerra na ucrânia

Rivais nas pistas e trilhas, Yamaha e Honda se uniram para apoiar causas humanitárias na guerra na Ucrânia. Juntas, já doaram cerca de R$ 9 milhões

A Yamaha doou o equivalente a R$ 3,4 milhões. A doação será feita através da ONG, Japan Platform, para órgãos internacionais de ajuda humanitária.

A Honda transferiu R$ 5,4 milhões para operações de socorro na Ucrânia por meio da Cruz Vermelha Japonesa.

Por sua vez, o braço italiano da Suzuki está ajudando refugiados ucranianos por meio da Unicef. O montante doado é de cerca de R$ 540 mil para o Fundo de Emergência Internacional das Nações Unidas para a Infância ​​(Unicef). A iniciativa visa fornecer água, cobertores, cuidados médicos básicos, kits de higiene pessoal e assistência psicossocial. Além disso, a empresa também realizará uma arrecadação de fundos entre seus funcionários para bancar o aluguel de apartamentos para refugiados.

marcas de motos na guerra da ucrânia

A divisão italiana da Suzuki doou cerca de meio milhão de reais. Além disso, marca está fazendo uma campanha em nível global onde quer arrecadar R$ 5,4 milhões

Além disso, a Suzuki está organizando uma campanha em nível global. Seu objetivo é angariar um milhão de Euros, cerca de R$ 5,4 milhões, a fim de minimizar impactos causados pela guerra na Ucrânia.

Por fim, há exemplos de equipes esportivas como a Pedercini, time satélite da Kawasaki no Mundial de Super Bike (WSBK). A equipe italiana possui grandes caminhões utilizados no transporte das motos ao redor do mundo durante os campeonatos e esses veículos foram disponibilizados para ajudar no transporte de mercadorias doadas para a Ucrânia.

Veja mais em Motonline.com.br