HomeTestes e Reviews de MotosMoto elétrica mais rápida do mundo passa dos 450 km/h

Moto elétrica mais rápida do mundo passa dos 450 km/h

O ex-piloto italiano da MotoGP Max Biaggi literalmente voou baixo na última semana. Guiando a moto elétrica Voxan Wattman, ele atingiu a velocidade máxima de 456 km/h! Sim amigos, estamos falando de um recorde mundial que estabelece uma nova resposta à pergunta ‘qual a moto elétrica mais rápida do mundo?’.

Mais 470 km/h na pista da NASA

O novo top speed desta elétrica foi atingido no dia 22 de novembro. A marca foi vencida pelo modelo Wattman parcialmente carenado, na categoria abaixo dos 300 kg, devidamente adaptado para atingir a velocidade. Mas a versão ‘naked’ da moto (276 kg) também quebrou um recorde, fazendo 369,6 km/h, a mais rápida na sua classe.

Diga-se de passagem, o velocímetro do GPS utilizado nas marcações chegou a registrar uma velocidade de mais de 470 quilômetros por hora! No entanto, realizadas as ponderações, o recorde real atingiu a média de exatos 455,737 km/h. A quebra de recorde aconteceu de acordo com regulamentos da FIM, a Federação Internacional de Motociclismo.

Para isso, a velocidade da Wattman foi medida a partir da largada em movimento na distância de um quilômetro. Tudo isso indo e vindo, em direções opostas. As corridas obedeceram um período de intervalo de duas horas entre as tentativas. Assim, de acordo com as regras da FIM, a velocidade final foi a média das duas marcas registradas nas largadas.

Moto elétrica

Moto elétrica utilizou duas configurações nos recordes

Todo o feito foi realizado na pista do Space Florida no Kennedy Space Center, uma antiga instalação de lançamentos da NASA, nos Estados Unidos. Ao longo da série de seis dias de trabalho, a fabricante Voxan conseguiu estabelecer nada menos que 19 novos recordes de velocidade!

Veja também:

Voxan Wattman – A moto elétrica mais rápida do mundo!

A Voxan é uma marca de motocicletas francesa, fabricante da Wattman, a primeira moto elétrica de alta performance da empresa. Contudo, o time foi adquirido pelo Grupo Venturi em 2010. Desde então tem mudado o foco das ações para o mundo elétrico.

Com isso, a moto elétrica Wattman chega com nada menos que o mesmo motor elétrico utilizado nos carros das equipes da Mercedes do ROKiT Venturi Racing e da Mercedes-Benz EQ. Os times competem no Campeonato Mundial de Fórmula E.

Mercedes-Benz EQ

Mercedes-Benz EQ move também times da categoria FE

O propulsor Mercedes-Benz EQ é capaz de gerar até 435 cv e utiliza como alimentação bateria de Íons de Lítio, de 829 V e 5 kWh. Para resfriar o conjunto, está presente um sistema de arrefecimento a líquido, por trocador de calor de água/gelo seco.

No que diz respeito aos pneus, a parceira também francesa Michelin trabalhou em designs especificamente concebidos para o desafio. As rodas de 17 polegadas foram calçadas com um conjunto da gama Power GP da marca.

Wattman moto elétrica

Wattman tem o melhor da tecnologia movendo o conjunto

O pneu dianteiro tem medidas de 120/70 sendo modificado para tolerar velocidades extremamente elevadas. Já o traseiro com 190/55 tem tecnologia comprovada na MotoGP. Na categoria, a fabricante também é fornecedora, então fez um composto para desenvolver uma melhor aderência. Enfim, a Wattman é um foguete em forma de moto elétrica!

Veja mais em Motonline.com.br

Leia Também