HomeTestes e Reviews de MotosMotoGP: Bastianini surpreende em corrida fantástica

MotoGP: Bastianini surpreende em corrida fantástica

A 14ª etapa da MotoGP 2021 que ocorreu neste domingo (19) em Misano, na Itália, para o GP de San Marino, foi palco de ameaças e vamos explicar o porquê. Ao final da 27ª volta, o  Francesco Bagnaia (63, Ducati) conseguiu a vitória em casa.

Além disso, o número 63 da Ducati conquistou o lugar mais alto do pódio  no país natal porque conseguiu se manter firme, apesar das investidas de Fabio Quartararo (20, Yamaha)  e chegou a repetir a receita do GP de Aragão.

motogp

Assim foi o pódio do MotoGP de San Marino

Contudo, apesar das iminentes ameaças de chuva, que ficaram mais fortes faltando cinco voltas para o final da corrida, uma boa surpresa no GP de San Marino foi a ascensão Enea Bastianini (23, Ducati) que surpreendeu em Misano conquistando um lugar no pódio.

MotoGP de San Marino: Bastianini saiu da jaula

motogp

Bastianini conseguiu fazer uma prova espetacular, saindo 12ª posição e conquistando o terceiro lugar no pódio

A corrida de San Marino foi ameaçada de ser acometida por chuva, no entanto, o que os pilotos não contavam era que uma besta enjaulada estava prestes a ser solta nas pistas. Isso mesmo, o Enea Bastianini engoliu os pilotos a cada volta e subiu surpreendentes nove posições.

Dessa forma, o italiano da Ducati largou na 12ª posição e conquistou o 3º lugar ao final da 14ª etapa. O 23 da Ducati conseguiu o primeiro pódio no MotoGP tendo uma evolução progressiva ao longo das voltas e conquistando posições com uma moto de 2019, ou seja, fez milagre na Itália e mostrou sua competência na pista.

Veja também:

 

Bagnaia não tem sossego

Dessa forma, apesar da vitória consecutiva, Bagnaia não teve uma prova fácil e lutou para manter o primeiro lugar

Na 13ª etapa em Aragão, Francesco Bagnaia sofreu com Marc Márquez (93, Honda) em sua cola para garantir o primeiro lugar do pódio. Mesmo conseguindo manter a vitória no domingo passado, o 63 da Ducati teve trabalho para ganhar no GP de hoje.

Essa vitória sofrida se deu porque Quartararo não o deixou em paz e forçou, por diversas vezes, conquistar a posição de Bagnaia. No entanto, nas retas a moto da Ducati se sobressaia e Quartararo não conseguiu o primeiro lugar e Bagnaia sagrou a segunda vitória no MotoGP.

 

MotoGP em Misano: quedas marcaram o circuito

Marc Márquez conseguiu ganhar a briga com Álex Rins e ficou na 4ª posição

Apesar de Jorge Martin (89, Ducati) largar na quarta posição no Grid, o piloto protagonizou uma boa briga com Quartararo ainda na segunda. Contudo, na curva 14 Jorge Martin caiu após forçar uma ultrapassagem e, devido a baixa aderência da parte listrada da pista, não resistiu em pé e acabou não concluindo a prova. 

Por fim, Iker Lecuona (27, KTM) também não resistiu e caiu na curva 4 da 12ª volta e seguindo a corrida, na 17ª volta Álex Rins (42, Suzuki) tinha uma boa progressão na prova mas não resistiu em uma tentativa de ultrapassagem e caiu, deixando a prova faltando apenas 10 voltas para o fim do circuito. 

 

MotoGP: Classificação após 14 etapas

1 – Fabio Quartararo (234)

2 –  Francesco Bagnaia (186)

3 – Joan Mir (167) 

4 – Johann Zarco (141)

5 – Jack Miller (140)

6 – Brad Binder (124)

7 – Aleix Espargaró (104) 

8 – Maverick Viñales (98) 

9 – Marc Márquez (92) 

10 – Miguel Oliveira (87)

11 – Jorge Martin (71) 

12 – Takaai Nakagami (70) 

13 – Alex Rins (68)

14 – Pol Espargaró (64)

15 – Alex Márquez (61)

 

Resultado do GP de San Marino

1 – Francesco Bagnaia (63, Ducati)

2 – Fabio Quartararo (20, Yamaha) 

3 – Enea Bastianini (23, Ducati) 

4 – Marc Márquez (93, Honda) 

5 – Jack Miller (43, Ducati)

6 – Joan Mir (36, Suzuki)

7 – Pol Espargaró (44, Honda)

8 –  Aleix Espargaró (41, Aprilia)

9 –  Brad Binder (33, KTM)

10 – Takaai Nakagami (58)

11 –  Michele Pirro (51, Ducati) 

12 – Johann Zarco (5, Ducati) 

13 –Maverick Viñales (12, Yamaha) 

14 – Stefan Bradls (6, Honda) 

15 – Alex Márquez (73, Honda) 

16 – Danilo Petrucci (9, KTM) 

17 – Valentino Rossi (46, Yamaha)

18 – Franco Morbidelli (21, Yamaha)

19 – Luca Marini (10, Ducati)

20 – Miguel Oliveira (88, KTM)

21 – Andrea Dovizioso (4, Yamaha)

OUT

Iker Lecuona (27, KTM)

Alex Rins (42, Suzuki)

 Jorge Martin (89, Ducati)

Veja mais em Motonline.com.br

Leia Também

close