HomeTestes e Reviews de MotosMotos à cumbustão estão com dias contados na Europa

Motos à cumbustão estão com dias contados na Europa

A União Europeia (UE) anunciou que a partir de 2035 irá proibir o registro de novas motos que funcionem com combustíveis fósseis. Dessa forma, o mercado das motos elétricas pode ficar cada vez mais aquecido pela Europa.

A decisão atinge as motos, automóveis e veículos comerciais leves com motores à combustão. Deste modo, as autoridades possuem o objetivo de reduzir as emissões de CO2. 

Triumph Rocket 3 tem um motor de fazer inveja a muitos carros, mas como ficará a partir de 2035?

No entanto, parece que esse aceno pela preservação do meio ambiente não abalou a Grã-Bretanha, pois o país não se pronunciou sobre o caso e, muito provavelmente, segue com suas motos e carros emitindo CO2.

 

Reino Unido ainda mais rígido

cb 1100

Devido a Euro5, apenas Grã Bretanha receberá a CB 1100 ‘Edição Final’

O governo do Reino Unido planeja ser ainda mais rígido. Além das regras apresentadas acima, eles estabeleceram que a partir de 2035 nada poderá ser queimado no motor. Dessa forma, as regras também valem para combustíveis sintéticos feitos de hidrogênio e dióxido de carbono ou biocombustíveis, por exemplo.

Essa decisão foi tomada porque, apesar desses outros combustíveis serem neutros em relação ao CO2, eles continuam emitindo poluentes como monóxido ou dióxido de carbono ainda estão sendo emitidos. Por isso, o Reino Unido radicalizou nos planos para o futuro da mobilidade.

Veja também:

Motos com cada vez mais restrições 

motos

Desde 2020 as novas motos devem emitir menos poluentes para conseguir homologação

Com essa decisão, as motocicletas terão que se adaptar às restrições cada vez mais presentes em quase toda a Europa. Os combustíveis mais poluentes estão sendo vetados, contudo, outra preocupação envolve a emissão de ruídos dos veículos. Agora, as fabricantes precisam investir mais e mais em tecnologia de acionamento que não emite poluentes e que esse propulsor não seja barulhento.

 

Euro5 vem preparando as montadoras

As regras da Euro5 estão vigentes desde o dia 1 de janeiro de 2020

No primeiro dia de 2020 as motocicletas da UE tiveram que se adaptar as norma da Euro 5, que consiste em colocar um limite máximo permitido para emissão de poluentes emitidos pelos motores à combustão das motocicletas. Dessa forma, esses limites impostos pela Euro5 há quase dois anos são iguais aos que se aplicam aos automóveis na norma Euro6.

Assim, as ações visam diminuir a poluição provocada pelos veículos através de ajustes graduais mas sem deixar de pressionar as montadoras para que invistam em tecnologias ‘amigas do meio ambiente’.

 

Como serão as motos do futuro?

motos

Motos elétricas são uma saída das regras rígidas

Bem, essa pergunta vem sendo feita frequentemente e outro questionamento surgiuu com relação à perda de eficiência com essa medida de 2035. Contudo, especialistas acreditam que com combustível e tecnologia corretos, haverá um aumento na eficiência.

Por fim, essas normas abrem mais espaço para o crescimento e investimento em tecnologia para as motos elétricas. Vamos aguardar os próximos passos das montadoras.

Veja mais em Motonline.com.br

Leia Também

close