HomeTestes e Reviews de MotosMulher motociclista: de campeã a iniciante nas ruas

Mulher motociclista: de campeã a iniciante nas ruas

Já parou para observar que existe cada vez mais mulher motociclista por aí? E isso, não é só impressão, pois a Abraciclo constatou que houve um aumento de 25% de mulheres pilotando motos nos últimos 10 anos. Agora, de cada 10 habilitados A, três são mulheres.

Mulher motociclista: segmento em alta

Assim, a pesquisa da Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares também analisou a maior faixa etária presente nas ruas. Ao todo, 38% das mulheres que pilotam tem entre 31 e 40 anos, enquanto 31% dos homens estão neste grupo.

mulher motociclista - bmw r 1250 gs

O número de mulheres motociclistas não para de crescer… e a preferência por motos econômicas não faz da alta cilindrada opções menos interessantes, né?

O estudo ainda apresentou quais as motos favoritas de homens e mulheres. Desta forma, foi constatado que a motoneta (principal referência do segmento é a Honda Biz) é a categoria preferida pelas mulheres, agradando 67% do público. 

No entanto, para o público masculino você pensou em esportivas ou aventureiras? Se deduziu isso errou feio. De acordo com a pesquisa, o uso dos scooters é maior entre os homens com uma portagem de 72%.

Veja também:

Mulher motociclista que vive do sonho

Mulher motociclista

Bárbara tem apenas 20 anos e já tem currículo cheio de vitórias

E tem mulher motociclista que não está só na vida a passeio de motoneta. Bárbara Neves, de apenas 20 anos, levou o motociclismo à sério e vive da paixão pelas duas rodas.

A jovem goiana foi a primeira mulher a integrar a equipe oficial da Honda Racing no Brasil. E não para por aí! Bárbara já é bicampeã latino-americana e tricampeã brasileira de Enduro

Mulher motociclista

Assim, ela já acumula sete anos de experiência sobre duas rodas

Com sete anos de experiência no currículo, ela coleciona título brasileiro no Cross Country e três taças do Enduro da Independência.

A jovem competidora de Enduro confessa em sua apresentação na página oficial da Honda o quanto o motociclismo agrega para a sua vida. “O motociclismo para mim é uma verdadeira família, na qual conhecemos pessoas maravilhosas e desfrutamos de visuais fascinantes. Levarei isso para o resto da minha vida.”

 

Iniciando a jornada de motociclista

mulher motociclista Mycaelle Sales

Nova habulitada: Mycaelle Sales foi inspirada pela mãe – que também pilota – a acelerar sobre duas rodas

Esse aumento no uso da mulher motociclista é embasado em vários motivos, como busca por maior economia e empoderamento feminino. Além disso, as o público feminino está sendo melhor aceito no meio motociclístico, tradicionalmente tão masculino.

Para a editora de textos Mycaelle Sales, de 25 anos, a inspiração veio de casa. Ela conta que a mãe sempre pilotou motocicletas e passou confiança na hora da decisão de tirar a CNH para categoria A. Dessa forma, a escolha também trará maior agilidade e economia para o seu dia a dia.

Por fim, Mycaelle pretende comprar uma 125 ou 150 cilindradas

Mycaelle conta que finalizou as aulas da autoescola e que sempre foi respeitada enquanto pilotava motocicleta. Assim, escutou apenas um comentário taxando mulheres de medrosas e que não curtiam velocidade.

“A única vez que ouvi um comentário negativo foi de um rapaz que reclamou da esposa porque ela sempre pedia pra ele diminuir a velocidade ao pilotar.”

Por fim, hoje a época é outra e os costumes também. Quem sabe não promovemos um encontro entre o rapaz citado pela nossa recente motociclista entrevistada e a campeã de Enduro Bárbara? Assim, ele poderia mudar de ideia e se juntaria ao off-road com a mulherada. 

Veja mais em Motonline.com.br

Leia Também

close