HomeTestes e Reviews de MotosMV Agusta tem protótipos big trail inspirados no Dakar

MV Agusta tem protótipos big trail inspirados no Dakar

A MV Agusta está finalmente entrando no cenário das motos big trail. E para isso a marca italiana reviveu o nome Lucky Explorer, que agraciou versões de réplicas de rally da antiga Cagiva Elefant. As novidades foram apresentadas na mais recente edição do Salão de Milão, EICMA.

Esse embarque no mundo on-off road conta com dois protótipos. E apesar da MV não apresentar datas de produção ou especificações finais completas, a palavra oficial é que as Lucky Explorers serão modelos 2022! Confere só o que está por vir:

Lucky Explorer 9.5

A big trail maior, apelidada de Lucky Explorer 9.5, é a primeira moto a surgir com um novo motor de 931 cc e quatro cilindros em linha, derivado do 800 cc que atualmente equipa a maioria da gama MV. Trata-se da variação do mesmo propulsor visto na F3 , Brutale 800, Dragster 800, Turismo Veloce e Superveloce.

Lucky Explorer 9.5

Lucky Explorer 9.5 deve ser maior trail na futura gama da MV

Para ganhar cilindrada, a MV aumentou o diâmetro e o curso da usina, exigindo um novo virabrequim e um novo cilindro. Em resumo, o motor será ajustado para o torque em vez da potência absoluta. Isso embora o conjunto apresente pico de 123 cv a 10.000 rpm e 10 kgf.m a 7.000 rpm na especificação padrão. Haverá ainda a opção da embreagem automática Rekluse e uma transmissão semiautomática acionada eletronicamente. Uma estratégia frente às Honda Africa Twin com o semi-automático DCT.

Lucky Explorer 9.5

Falando em Honda, público viu semelhanças nos faróis com modelo big trail japonês

Embora ainda em fase de protótipo, o estilo da motocicleta e alguns detalhes técnicos já estão definidos. Visualmente, o modelo como se pode ver é uma ligação direta com antigas motos do Dakar, dos anos 80 e início dos anos 90. O conceito é óbvio, adotou as cores inspiradas no patrocinador de época Lucky Strike.

Big trail quando em produção deve estrear novo motor da MV

No design, a big trail evitou o bico clichê utilizado por tantos modelos adventure, em prol de um perfil mais convencional. A big trail surge com braço oscilante de alumínio de dupla face e rodas de 21 polegadas na frente e 18 na traseira, com 1.580 mm de distância entre eixos. Na tecnologia o modelo inclui uma tela TFT de 7 polegadas com conexões Bluetooth.

Veja também:

Lucky Explorer 5.5

A segunda moto, a Lucky Explorer 5.5, é o primeiro fruto da parceria da MV Agusta com a empresa chinesa Qianjiang, dona da Benelli e QJMotor. As duas últimas marcas são as que apresentam o motor de dois cilindros 550 cc, que pode vir a ser a base de toda uma gama básica da MV no futuro.

Lucky Explorer 5.5

Lucky Explorer 5.5 apresenta os grafismos fortemente inspirados nas competidoras do Dakar

Uma vez que o protótipo foi fruto do trabalho da fabricante italiana e chinesa, o modelo compartilha um grande número de suas peças com a QJMotor SRT 500. Trata-se de uma moto que usa o motor e o quadro da Benelli TRK 502. No entanto, a versão big trail da MV obtém um derivado de 550 cc de maior capacidade. Ainda na sua especificação de 500 cc, o motor entrega 47,6 cv a 8.500 rpm e 4,5 kgf.m a 5.000 rpm. Então já temos ideia do que pode vir aí.

Modelo ainda em protótipo nasce da parceria com fabricante japonesa

Em termos de estilo, o protótipo MV tem sua própria identidade, distinta da TRK 502 e um tanto mais elegante que a SRT 500. Entretanto, o braço oscilante de liga parece ser o mesmo do modelo da QJMotor do mercado chinês. Mas a MV Agusta faz um contraponto com outros componentes, como os freios Brembo vistos na exibição. Ainda assim, os detalhes finais da moto ainda são aguardados para um futuro lançamento.

Herança da Cagiva big trail

Os protótipos da MV Agusta impressionaram o mercado, mas a decisão da fabricante italiana pelo nicho das big trail não é nenhuma surpresa. A MV tem sido aberta sobre suas intenções há algum tempo, e o projeto Lucky Explorer é na verdade o exemplo mais significativo disso isso.

Cagiva Elefant

Marcas dividem legado da Cagiva Elefant

Além de tudo, a fabricante já tem até mesmo uma concorrente conterrânea escalada. Trata-se da Ducati DesertX, mais um modelo inspirado nas clássicas do Dakar. Não é coincidência! Na virada dos anos 80 para 90, Ducati, Cagiva e a então adormecida marca MV Agusta eram propriedade da família Castiglioni. Atualmente, MV e Ducati são arquirrivais, mas ambas têm direito à herança do espírito de Rally da Cagiva no Dakar.

Ducati DesertX

Ducati DesertX já está a postos para seu lançamento…

Big trail em alta no mercado 

No entanto, a briga de big trail não está restrita apenas às futuras motos italianas. Mas ainda da Itália, a Aprilia Tuareg 660 – revelada há alguns meses – apresenta o mesmo conceito de adventure raiz, mirando rivais como a Yamaha Ténéré 700 e KTM 890 Adventure. Se ainda não é o suficiente para você, do outro lado do Atlântico vem a Harley-Davidson Pan America, uma trail mais robusta em tamanho e estilo. Tem para todos os gostos. Afinal, esse nicho está mais em alta do que nunca!

Veja mais em Motonline.com.br

Leia Também

close