HomeTestes e Reviews de MotosO perfil dos motociclistas no Brasil mudou! Confira

O perfil dos motociclistas no Brasil mudou! Confira

A pandemia da Covid-19 deu uma mexida em todo o mundo, inclusive no hábito dos motociclistas. De acordo com uma pesquisa, o número de pessoas habilitadas para pilotar motos aumentou 17,5% nos últimos cinco anos e vamos falar o porquê essas pessoas procuram esse meio de transporte.

Moto v-strom-650-xt

O perfil de quem usa a moto mudou bastante nos últimos cinco anos

Que andar de moto é bacana e divertido, nós, meros amantes das motocicletas, já sabemos. No entanto, as motocicletas estão conquistando cada vez mais um público diferente e os dados do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), analisados pela Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo) nos confirmou exatamente isso.

Assim, em 2020 foram totalizados 33.893.329 pessoas com habilitação A, enquanto em 2016, havia 28.854.518 motociclistas no país. E tem mais, todo esse público procura a moto com o objetivo de ter uma locomoção mais rápida, às vezes por necessidade ou até mesmo por estilo de vida. 

 

Perfil dos motociclistas 

As mulheres começaram a procurar mais a moto para ajudar na mobilidade urbana

Atualmente, os motociclistas no Brasil são compostos por 69% de homens e 31% mulheres. No entanto, nem sempre foi assim. Segundo a Abraciclo, desde 2011 o público feminino vem crescendo e tomando mais confiança para pilotar, saltando de 25% para 31% entre todos os motociclistas do país.

Além disso, 91% das motivações para comprar uma moto no Brasil em 2020 foram guiadas pela necessidade de melhor locomoção. Enquanto isso, em segundo lugar vem o uso da moto no lazer, representando 66%. E para nossa surpresa, apenas 15% sinalizou que comprou a moto para usá-la no trabalho.

motociclista

Cerca de 91% das pessoas procuraram a moto para melhorar a locomoção do dia a dia

Esses números de 2020 foram bastante influenciados pela pandemia, já que o transporte público não deixou de ser lotado, sendo um local propício para o contágio da covid-19. Dessa forma, para driblar o risco sanitário, muitas pessoas viram na motocicleta uma ótima saída.  

Veja também:

De onde são e quais são os tipos motos escolhidas 

motociclistas

A Honda Biz é um exemplo de motoneta procurada pelas mulheres

Os dados também revelaram que a região Sudeste possui o maior volume de motociclistas, com 42,2% dos habilitados. Em segundo lugar vem a região Sul com 20,3%, seguido do Nordeste com 18,7%, Centro Oeste com 11,1% e Norte com 7,8%. 

Partindo para as mulheres motociclistas, o tipo de moto escolhido por esse público é composto por 64% de motonetas como, por exemplo, a Honda Biz. Enquanto isso, 72% dos scooter são comprados por homens

motociclistas

Boa parte dos homens estão optando por scooters

Se ficou curioso para saber mais informações sobre os tipos de motos, fizemos uma matéria falando sobre os 11 tipos de motos do mercado brasileiro. Por fim, quem apostaria que esse público seria dominado por pessoas recém completados a maior idade iria errar feio. Isso porque a maior faixa etária, tanto para os homens como para as mulheres, está entre 31 e 40 anos. Dessa forma, esses motociclistas maduros em sua maior parte já completaram o ensino médio e possuem ensino superior, 64% e 21% respectivamente.

Veja mais em Motonline.com.br

Leia Também

close