Piloto da Ducati cai e Yamaha vence MotoGP na Alemanha

0
28

O piloto da Yamaha, Fabio Quartararo, venceu neste domingo a etapa da Alemanha de MotoGP. Tudo isso depois de uma bela corrida e um presentão do rival italiano Francesco Bagnaia, da Ducati.

 

Yamaha vence etapa da MotoGP

Bagnaia fez a melhor volta da classificação no sábado, e com isso largou na frente no domingo. No entanto, no início da prova, o piloto francês da Yamaha largou na frente. O concorrente da Ducati respondeu atacando no início da segunda volta e passou.

Durou pouco! Mais duas voltas depois Bagnaia errou na saída da curva 1. O piloto perdeu a traseira da moto da Ducati e também a chance de vitória, depois de ir ao chão. Daí em diante a pista ficou aberta para Quartararo, que precisou somente administrar a vantagem para as motos que vinham atrás.

Pódio contou com dois franceses nas melhores posições

Falando nisso, Johann Zarco foi quem chegou mais perto da Yamaha vencedora. O piloto, que também é francês, foi quem garantiu um segundo lugar para a Ducati. No entanto, para o time satélite da marca… A equipe de fábrica italiana teve que amargar mesmo um terceiro lugar com Jack Miller.

Mas a corrida também foi marcada por abandonos. Maverick Viñales (Aprilia) e Álex Márquez (LCR Honda) abandonaram depois de problemas na suspensão (ride-height device). Enquanto isso, Joan Mir (Suzuki) caiu na mesma curva que Bagnaia e na mesma volta.

 

Yamaha aumenta liderança

Com o resultado na Alemanha, Quartararo aumenta sua liderança para 34 pontos na frente de Zarco. A vitória também foi importante para o time da Yamaha. Em específico, foi a primeira vitória dos japoneses em Sachsenring desde 2009. Foi também a quebra da sequência arrebatadora da Honda na pista alemã, que durava desde 2010. A MotoGP volta às atividades já na próxima semana, na Holanda.

Yamaha segue na liderança

Veja também:

MotoGP 2022 – Alemanha

1 Fabio Quartararo / Monster Yamaha (YZR-M1) 41m 12.816s
2 Johann Zarco / Pramac Ducati (GP22) +4.939s
3 Jack Miller / Ducati Lenovo (GP22) +8.372s
4 Aleix Espargaro / Aprilia Racing (RS-GP) +9.113s
5 Luca Marini / Mooney VR46 Ducati (GP22) +11.679s
6 Jorge Martin / Pramac Ducati (GP22) +13.164s
7 Brad Binder / Red Bull KTM (RC16) +15.405s
8 Fabio Di Giannantonio / Gresini Ducati (GP21) +15.851s
9 Miguel Oliveira / Red Bull KTM (RC16) +19.740s
10 Enea Bastianini / Gresini Ducati (GP21) +21.611s
11 Marco Bezzecchi / Mooney VR46 Ducati (GP21) +23.175s
12 Raul Fernandez / KTM Tech3 (RC16) +26.548s
13 Franco Morbidelli / Monster Yamaha (YZR-M1) +29.014s
14 Andrea Dovizioso / WithU Yamaha RNF (YZR-M1) +30.680s
15 Remy Gardner / KTM Tech3 (RC16) +30.812s
16 Stefan Bradl / Repsol Honda (RC213V) +52.040s

Abandonaram

Pol Espargaro / Repsol Honda (RC213V)
Maverick Viñales / Aprilia Racing (RS-GP)
Takaaki Nakagami / LCR Honda (RC213V)
Álex Márquez / LCR Honda (RC213V)
Darryn Binder / WithU Yamaha RNF (YZR-M1)
Francesco Bagnaia / Ducati Lenovo (GP22)
Joan Mir / Suzuki Ecstar (GSX-RR)


Veja mais em Motonline.com.br