HomeShow RadicalPilotos bLU cRU colocam Yamaha no topo e recebem R$ 145 mil...

Pilotos bLU cRU colocam Yamaha no topo e recebem R$ 145 mil em prêmios no Brasileiro de Motocross 2021

Lucas Dunka já embolsou R$ 26 mil na temporada – Foto: Rodrigo Júnior

A rodada dupla do Brasileiro de Motocross 2021, válida pelas 4ª e 5ª etapas, foi palco de mais um espetáculo dos pilotos bLU cRU, aqueles que escolheram competir de Yamaha no campeonato nacional.

O Programa já distribuiu mais de R$ 145 mil em 2021, e ainda restam duas etapas para o campeonato encerrar. Só no fim de semana passado, em Atibaia-SP, foram pagos R$ 74.050 nas categorias 65cc, Júnior, MXF, MX1, MX2, MX2JR, MX3 e MX4.

Lucas Dunka, líder da categoria MX2, é um dos recordistas. Já embolsou R$ 26 mil na temporada. Mas na rodada, quem mais ganhou foi Guilherme Bresolin, que no final de semana colocou R$ 12.800 reais no bolso. Roosevelt Assunção, vencedor da 4ª e 5ª etapas na MX3, faturou R$ 8 mil.

Foi tudo azul. Pódios das categorias MX3, MX4 e MX5 tinham predominância dos pilotos bLU cRU Yamaha. Nomes de destaque no cenário nacional como Dudu Lima, Roosevel Assunção, Cristiano Lopes, Rafael Ramos, Markolf Berchtold, entre outros, competiram com a marca que acelera nossos corações.

O valor para cada piloto é disponibilizado de acordo com sua classificação geral em cada etapa (confira a tabela abaixo). Para muitos pilotos, este incentivo é fundamental para que possam evoluir e também viabilizar a prática do motociclismo esportivo.

Para fazer parte do programa bLU cRU, basta que os pilotos participem dos campeonatos homologados pela Yamaha Racing Brasil, competindo com motocicletas Yamaha.

Yamalube R3 bLU cRU Cup – South America

Não é só no motocross que o programa está presente. No Brasileiro de Motovelocidade/Yamalube R3 bLU cRU Cup, os pilotos têm suporte da Yamaha com apoio mecânico, engenheiro de telemetria, estrutura de box, pneus, combustível, transporte da moto, manutenção da moto e brindes bLU cRU, além das motos subsidiadas pela montadora, por apenas R$ 18.000,00 por temporada.

Ao todo, são 48 pilotos nas faixas etárias de 12 a 63 anos em 2021, divididos em duas categorias – Talent e R3 -, todos a bordo de YZF-R3. Além disso, os melhores do ano têm subsídio na inscrição da R3 bLU cRU European Cup. Ao vencedor da temporada, o prêmio corresponde a 60% do valor da inscrição, enquanto para o vice-campeão, o prêmio é de 40% do valor da inscrição.

Linha 2022 disponível nas Concessionárias Racing Blue!

E se você quer fazer parte do bLU cRU ou trocar a sua Yamaha por uma novinha para seguir garantindo prêmios, os modelos YZ 2022 estão disponíveis nas concessionárias Racing Blue (Nacar Motorcycles, Geração Yamaha e Use Motos), com entrega para todas as cidades do Brasil.

Resultados destaques da 4ª etapa do BRMX – Atibaia/SP

Categoria MX1
1º) Fábio Santos – Yamaha
2º) Dudu Lima – Yamaha
3º) Paulo Alberto – Yamaha
9º) Reginaldo Ribeiro Junior – Yamaha
11º) Marcos Willian Barcelos  – Yamaha

Categoria MX2
1º) Lucas Dunka – Yamaha
4º) Pepê Bueno – Yamaha
13º) Daniel Pessanha – Yamaha
15º) Guilherme Bressolin – Yamaha

Categoria MX2JR
1º) Guilherme Bresolin – Yamaha
9º) Joubert Matheus de Castro – Yamaha

Categoria MXJR
5º) Diego Enrique Coria – Yamaha
10º) Paulo Roberto Depetris – Yamaha
11º) Zion Berchtold – Yamaha
12º) Daniel Tomelin – Yamaha
13º) João Danilo Martins – Yamaha
15º) Luiggi Perlatto – Yamaha

Categoria MXF
1º) Sarah Raquel – Yamaha
2º) Maiara Basso – Yamaha
4º) Larissa Dalló – Yamaha
5º) Tatiane Poltronieri – Yamaha
9º) Lauanda Naves – Yamaha

Categoria MX3
1º) Roosevelt Assunção – Yamaha
3º) Rafael Ramos – Yamaha
4º) Rodrigo Taborda – Yamaha
5º) Lucas Basso – Yamaha
7º) Daniel Pessanha – Yamaha
9º) Markolf Berchtold – Yamaha
10º) Cristiano Lopes – Yamaha

Pódio da MX3 dominado pelos bLU cRU Riders – Foto: Rodrigo Júnior

Categoria MX4
1º) Markolf Berchtold – Yamaha
3º) Arthur Leal – Yamaha
4º) Cristiano Lopes – Yamaha
5º) Rafael Ramos – Yamaha
8º) Hélio Menotti Filho – Yamaha
9º) Erivelto Nocoladelli – Yamaha
10º) Walter Tardin – Yamaha
14º) Cláudio César Diniz – Yamaha
15º) Pedro Beagim Junior – Yamaha

Pódio da MX4 dominado pelos bLU cRU Riders – Foto: Rodrigo Júnior

Categoria MX5
1º) Alexandro Martins – Yamaha
3º) Evaristo Lemos Filho – Yamaha

Categoria 65cc
3º) Gabriel Cirino – Yamaha
4º) Gustavo Torres – Yamaha
5º) Heverton Santos – Yamaha
6º) Pedro Guilherme Soares – Yamaha
8º) Zion Berchtold – Yamaha
9º) João de Aquino Ferreira – Yamaha
13º) Daniel Tomelin – Yamaha

Resultados destaques da 5ª etapa do BRMX – Atibaia/SP

Categoria MX1
1º) Fábio Santos – Yamaha
2º) Paulo Alberto – Yamaha
5º) Dudu Lima – Yamaha
8º) Reginaldo Ribeiro Lopes – Yamaha
9º) Marcos Willian Barcelos – Yamaha

Categoria MX2
2º) Guilherme Bresolin – Yamaha
4º) Lucas Dunka – Yamaha
10º) João Vitor Xavier – Yamaha
13º) Leonardo Pinto – Yamaha

Na rodada dupla de Atibaia, Guilherme Bresolin faturou R$ 12.800 de premiação do bLU cRU – Foto: Rodrigo Júnior

Categoria MX2JR
1º) Guilherme Bresolin – Yamaha
10º) Joubert Matheus de Castro – Yamaha

Categoria MXJR
8º) Gustavo Torres – Yamaha
9º) Diego Enrique Coria – Yamaha
10º) Paulo Roberto Depetris – Yamaha
11º) João Danilo Martins – Yamaha
12º) Zion Berchtold – Yamaha
13º) Leonardo Pinto – Yamaha
15º) Luiggi Perlatto – Yamaha

Categoria MXF
1º) Maiara Basso – Yamaha
3º) Larissa Dalló – Yamaha
4º) Tatiane Poltronieri – Yamaha
7º) Leociana Parente – Yamaha
8º) Lauanda Naves – Yamaha
11º) Juliana Patricia Barbosa – Yamaha
12º) Sarah Raquel – Yamaha

Categoria MX2JR
1º) Guilherme Bresolin – Yamaha

Categoria MX3
1º) Roosevelt Assunção – Yamaha
3º) Rodrigo Taborda – Yamaha
4º) Lucas Basso – Yamaha
5º) Markolf Berchtold – Yamaha
8º) Cristiano Lopes – Yamaha
9º) Diogo Guedes – Yamaha
12º) Arthur Morini Leal – Yamaha

Continue arrastando para cima ☝☝☝ para conferir todos os patrocinadores do site   👇⚡! 

– Clicando no anuncio das empresas você é direcionado ao site da marca!



Veja mais em  

Leia Também

close