HomeTestes e Reviews de MotosQuem é Damon, considerada a Tesla das motos elétricas

Quem é Damon, considerada a Tesla das motos elétricas

Enquanto a Tesla representa a vanguarda dos carros no mundo, da terra natal de Elon Musk vem a postulante a correspondente das motos elétricas. Estamos falando da Damon Motorcycles, uma start-up canadense que aposta agora na conquista do mercado Europeu. E para isso, lança em breve um novo produto!

 

Damon Motorcycles – A Tesla das motos elétricas

A Damon não tem ligações diretas com o fundador da Tesla. No entanto, ambos têm mais do que o Canadá – local onde floresceram – como ponto em comum. A fabricante de motos elétricas também possui a ambição de se apresentar como expoente em seu nicho.

Motos elétricas: fabricante já anunciou presença na Colômbia neste ano, quem sabe no Brasil em breve?

Para isso, será preciso atravessar o Atlântico e colocar com força os seus produtos no continente Europeu. Segundo Jay Giraud, CEO da Damon, o Velho Continente é uma grande oportunidade de mercado.

Segundo a empresa, os europeus têm superado os pedidos realizados em casa, na América do Norte. Tudo isso porque, de acordo com Giraud, o mercado europeu caminha para uma rápida transição para veículos elétricos.

Veja também:

Demon HyperFighter em breve

A Demon tem registrado um crescente o número de pedidos para as suas motos elétricas. Na verdade, até o momento seu único produto, a HyperSport, apresentada em 2019. Mas, em breve o catálogo vai aumentar com a nova HyperFighter, uma versão descarenada do modelo já conhecido e que chega em 5 de janeiro.

Esta novidade deve compartilhar com a HyperSport a mesma plataforma. Quando chegar ela vai usufruir também da velocidade máxima de mais de 273 km/h, 200 cv de potência e sendo capaz de uma aceleração de 0 a 100 km/h em apenas 3 segundos! Tudo em um conjunto com autonomia na casa dos 235 quilômetros.

Sistema anti-acidente em parceria com a BlackBerry 

Outro destaque das motos elétricas da Demon surgiu em parceria com a também canadense BlackBerry. Estamos falando do sistema CoPilot, que monitora o que acontece ao redor da motocicleta e emite alertas para o piloto.

 

A ideia busca evitar eventuais acidentes de trânsito. Assim, o sistema conta com radar, câmera 360° e sensores. Ao detectar alguma eventualidade ou risco para o motociclista, são enviadas mensagens de alerta para o painel da moto e vibrações como as de um smartphone para as manoplas.

De acordo com o Dominique Kwong, cofundador e COO da Demon, em muitas áreas da Europa, as duas rodas são o principal meio de transporte. Com isso, um fator igualmente importante na mobilidade elétrica é a segurança. Aguardemos os próximos passos da Tesla das motos elétricas.

Veja mais em Motonline.com.br

Leia Também