HomeMotorsports.ptRali de Marrocos, 2021: Triunvirato Honda em Zagora

Rali de Marrocos, 2021: Triunvirato Honda em Zagora

A equipa Honda monopolizou o pódio hoje em Zagora, após a
primeira etapa do Rali de Marrocos. Joan Barreda foi o mais rápido em diversos
sectores para chegar à liderança, Ricky Brabec aproveitou a boleia do espanhol
e Pablo Quintanilla terminou a cerca de três minutos do vencedor.

 Joan Barreda
estabeleceu um ritmo alucinante hoje e logo liderou as tabelas de tempos provisórias.
Brabec seguiu em perseguição do #88, com a dupla a completar o resto da longa
etapa juntos. Na linha de chegada em Zagora, Barreda cruzou 1m10 à frente do
segundo colocado Brabec e quase três minutos à frente do companheiro de equipa
Pablo Quintanilla, que provou ser muito preciso sobre as pistas empoeiradas do
Chegaga. José Ignacio Cornejo, que parecia prestes a subir ao pódio naquele
dia, cometeu um erro de navegação antes de reabastecer e perdeu vários minutos
para os seus rivais, terminando em sétimo lugar.

“A estratégia que seguimos ontem valeu a pena hoje”, começou por dizer Ruben Faria. “Pensamos que nesta primeira etapa seria bom começar um pouco para trás porque não há turismo em Marrocos há muito tempo e pensei que não haveria rastros visíveis, que seria difícil navegar. A última vez que passamos pelo Erg Chegaga foi há muito tempo e pensamos que seria bom começar de trás. Amanhã será o contrário e veremos como vai o dia, que esperamos poder terminar sem complicações.

A etapa de amanhã parece difícil para os pilotos da Monster
Energy Honda Team, que serão forçados a abrir a pista para a especial de 330
quilómetros, agora familiar para os pilotos, já que o percurso será na área
oposta ao de hoje estágio. Ao final do dia, os pilotos terão completado um
total de mais de 600 quilómetros.

Joan Barreda (Vencedor da etapa e líder do rali):

“No início foi complicado porque havia muito pó dos pilotos que saíram na frente. Depois, nas dunas, forcei bastante e a moto respondeu perfeitamente com um bom ritmo, senti-me muito bem. Depois das dunas vi que alguns pilotos estavam com dificuldade em encontrar a direção certa e com visibilidade difícil devido a uma tempestade de areia. Mantive a cabeça fria e acho que foi a melhor decisão. Aí a navegação melhorou e consegui terminar uma boa etapa.”

Ricky Brabec (2º na etapa):

“A primeira etapa foi longa e com muito vento e cheguei a pensar que seria cancelada porque não viamos nada à nossa frente. Depois do Joan me apanhar, seguimos juntos o dia todo. É apenas o primeiro dia, temos mais quatro, vamos manter o foco e chegar ao fim.”

Pablo Quintanilha (3º na etapa):

“Hoje foi o verdadeiro começo da corrida. A primeira etapa não foi fácil, havia muita poeira, pouca visibilidade, pistas rápidas e também pistas paralelas com diferentes trilhos. Senti-me bem, com um ritmo muito bom. É muito importante começar bem a corrida, com o pé direito, e a verdade é que estou muito contente.“

Resultado da 1ª Etapa

1º Joan Barreda (ESP), Honda, 2:58:53

2º Ricky Brabec (EUA), Honda, 3:00:03

3º Pablo Quintanilla (CHI), Honda, 3:01:52

4º Matthias Walkner (AUT), KTM,
3:05:43

5º Daniel Sanders (AUS), GASGAS,
3:06:24

Classificação geral

1º Joan
Barreda (ESP), Honda, 3:25:57

2º Ricky
Brabec (USA), Honda, 3:26:51

3º Pablo
Quintanilla (CHI), Honda, 3:29:08

4º Matthias
Walkner (AUT), KTM, 3:31:39

5º Daniel
Sanders (AUS), GASGAS, 3:32:56



Veja mais em MOTORSPORTS.PT

Leia Também

close