HomeMotorsports.ptRalis: Danilo Petrucci já prepara o Dakar 2022

Ralis: Danilo Petrucci já prepara o Dakar 2022

Como nos filmes do Super-homem, Danilo Petrucci está pronto para trocar o fato de couro do MotoGP pelo equipamento de piloto de ralis. Um sonho prestes a tornar-se realidade, a estreia do piloto de 31 anos de Terni no Dakar 2022 com as cores da Tech3 KTM Factory.

Nas suas dez
temporadas no MotoGP, Petrucci somou 10 pódios e 2 vitórias, e depois do Grande
Prémio Motul da Comunidade Valenciana vai realizar um novo sonho de toda a
vida, com uma mudança de rumo na sua carreira. Dizem que “Petrux” é
tão hábil no enduro quanto no motocross, mas as exigências de um Rali como o
Dakar são outras, e por isso, testou uma 
KTM 450 Rally oficial sob o olhar atento de Jordi Viladoms.

A uma prova
do final da temporada de MotoGP, Danilo Petrucci tenta apurar não só a condução
como a navegação, tendo em vista a sua primeira participação no Dakar, uma
prova de 14 dias e cerca de 8.000 quilómetros, que pelo terceiro ano
consecutivo tem lugar no Médio Oriente, a partir do dia 1 de janeiro.

Danilo Petrucci: “Correr o Dakar é realmente um sonho que se tornou realidade. É um evento do qual sempre quis participar desde criança, quando assistia aos videos das edições disputadas nas décadas de 80 e 90. Agora o sonho está a tornar-se realidade. Agradeço à KTM por esta grande oportunidade. Serei o único piloto que em pouco mais de um mês competiu no MotoGP e logo depois no Dakar, por isso é com muito orgulho e humildade que venho ao rali mais difícil do mundo.

O meu principal objetivo é terminar a corrida e divertir-me. A primeira abordagem foi fazer um treinamento de roadbook com Jordi Viladoms, que foi fantástico a ajudar-me. Fiz um teste recente nas dunas de Dubai, experimentei pela primeira vez a moto e tive o prazer e a grande honra de pilotar com os pilotos oficiais da KTM. De certeza vai ser uma corrida dura, mas estou entusiasmado e impaciente”.

Pit Beirer, diretor da KTM Motorsports: “O talento e caráter de Danilo fazem dele um dos poucos pilotos de alto nível que acreditamos poder fazer essa mudança radical, passando do asfalto para as dunas. Queremos agradecer-lhe pelo seu profissionalismo e todos os seus esforços como membro da Tech3 Team no nosso projeto de MotoGP, e agora é hora de um novo desafio! ”



Veja mais em MOTORSPORTS.PT

Leia Também

close