HomeMotorsports.ptSalvador Vargas: "Já joguei Rugby de alta competição"

Salvador Vargas: “Já joguei Rugby de alta competição”

20 perguntas de resposta rápida foi o desafio que colocámos a Salvador Vargas, o atual campeão nacional de TT3!

Data e local de nascimento?

“07/02/1994 em Cascais.”

Na escola, eras um aluno bem comportado?

“Sempre fiz das minhas, mas sempre com classe e educação.” (risos)

O teu passatempo preferido?

”Aqueles dias de barco, Jetski com os amigos e com moto ao final do dia!”

Fora das motos, que outro desporto acompanhas como fã?

“Acompanho vários desportos no geral porque sigo alguns atletas de várias modalidades que admiro e vou seguindo o trabalho deles.“

Se não fosses piloto, qual o desporto que escolhias para fazer competição?

”Já joguei Rugby de alta competição. Basicamente gosto de tudo o que dê pica e que dê para me desafiar!”

Para ti, o mais importante na vida é…

“A saúde, o resto vamos criando.”

Se um dia pudesses ser uma estrela mundial, quem escolhias ser?

”Acho que fazia de Travis Pastrana por um dia!”

Qual  foi a primeira prova da tua carreira?

“Raid Ferraria 2011.”

Qual o teu número preferido? Porquê?

“No Todo-o-Terreno o número varia consoante a classificação por isso não tenho um número fixo… não me importava de ser o 1 durante uns tempos… Mas gosto do número 13, utilizei-o no ano em que dei o ‘salto’ e andava sempre com o Luís Ferreira, por isso ficou especial.“

Ídolo a nível nacional?

“São tantos… Hélder, Rúben, Patrão, Filipe Sampaio, Luís Correia, Luís Oliveira, o David Megre, o Paulo Gonçalves… Quando comecei a acompanhar o meu pai nas corridas e, mais tarde, quando iniciei a minha carreira, tive a oportunidade de conhecer todos os pilotos e ouvir as histórias deles e poder conviver com eles foi muito bom… A verdade é que comecei a andar de moto no TT e é lá que tenho crescido. Antigamente, via os meus ídolos a andarem na frente e imaginava como seria andar assim… hoje em dia também ando!”

A prova que mais gostas?

“Apesar de nos últimos dois anos não ter corrido nada bem, é a Baja Portalegre. O factor público é sempre uma motivação extra. É a festa do Todo-o-Terreno.”

A prova que menos gostas?

“Gosto de todas, dá sempre para tirar pontos positivos e negativos.”

Como piloto, diz-nos um ponto forte e um ponto fraco teu?

“Ponto forte: força e perseverança. Quanto ao ponto fraco, há sempre muitos coisas a melhorar mas por vezes a falta de horas em cima da moto complica as coisas…“

Quem é (ou foi) a pessoa mais importante na tua carreira?

“O meu pai foi quem me deu a possibilidade de poder entrar no mundo das motos e continua a acompanhar-me até hoje. Além dele, conheci muitas pessoas que têm sido importantes, porque tudo envolve muitas outras coisas desde preparadores físicos, mecânicos, amigos e companheiros de treino. Todas estas pessoas são muito importantes para dar continuidade a tudo isto!“

Imagina que te era dada a hipótese de treinar um dia inteiro com qualquer piloto nacional ou mundial. Quem escolhias?

“Um estágio intensivo… tipo 3 semanas na tropa das motos!“

Tens alguma superstição ou ritual antes de começar uma corrida?

“Não.”

Até hoje, qual foi a corrida da tua vida?

“Já tive algumas corridas que me marcaram, mas ainda está para vir ‘A CORRIDA’.”

Qual o jovem piloto que achas que pode vir a ser uma futura “estrela” da modalidade?

“Acho que temos alguns pilotos nacionais no ativo e outros não que ainda poderiam dar muito às modalidades mas devido à falta de oportunidades torna-se complicado conciliar tudo…”

Se te dessem a possibilidade de testar uma  moto de um piloto de fábrica (da atualidade ou do passado), que moto escolhias?

“KTM Rally de fábrica.”

Que corrida ou campeonato sonhas um dia ganhar? (em Portugal ou no estrangeiro)

“O meu sonho era terminar um Dakar, deve ser uma sensação muito boa… uma maratona com tantos dias como o Dakar deve ser algo único!”

A quem gostarias de agradecer?

”Gostaria de agradecer a todas as pessoas com quem já partilhei vários episódios que vamos guardando, há coisas que ficam para sempre. E, claro, a todos os patrocinadores: sacaseaterybar, famataide, merceariavencedora, kenny, Ethen, HP, Caismotor, Gym Private Fitness, Cross Pro, Polisport Plastics, G7 Graphics, MXT Racing, Moto Gardunha e CFL Offroad.”

(Fotos: Facebook Salvador Vargas)



Veja mais em MOTORSPORTS.PT

Leia Também

close