HomeTestes e Reviews de MotosSol, chuva e adrenalina; Miller vence MotoGP em Le Mans

Sol, chuva e adrenalina; Miller vence MotoGP em Le Mans

Quem acordou cedo neste domingo assistiu a uma corrida maluca na MotoGP. A passagem do Mundial de Motovelocidade pela França foi marcada por mudanças climáticas repentinas que causaram uma verdadeira tempestade na pista de Le Mans.

Veja também:

O dia foi dele. Jack Miller largou bem e fez valer sua experiência na MotoGP ao correr na chuva, abrindo quase 5 segundos de vantagem e administrando com calma a vantagem até receber a bandeirada

MotoGP em Le Mans

Ao final, melhor para Jack Miller (43, Ducati) que faturou a vitória com folga. Numa bela dobradinha, os franceses Johann Zarco (5, Ducati) e Fabio Quartararo (20, Yamaha) completaram o pódio em segundo e terceiro, respectivamente. Agora, o jovem piloto da Yamaha é o novo líder da temporada.

Experiência vs ímpeto juventude

A prova iniciou com tempo bom, pole de Quartararo e uma bela briga entre ele, Miller e Maverick Viñales nas primeiras voltas. Cinco voltas depois todos os pilotos passaram nos boxes para trocas de motos, adotando pneus para chuva, para encarar o temporal que caía na pista – e que pregou sustos a vários competidores.

foto do pódio

Então a experiência falou mais alto. Pilotos mais velhos, como Miller e Zarco, souberam lidar melhor com os acontecimentos e com as mudanças de condições, afinal nos momentos seguintes tudo mudaria mais uma vez. A chuva cessou, o sol abriu e os pilotos tiveram de se adaptar às novas condições.

Márquez, um campeão que não aprende

A corrida maluca da MotoGP em Le Mans foi marcada por outro episódio além das alterações climáticas e segunda vitória consecutiva de Miller. O desempenho de Marc Márquez.

Primeira queda de Márquez assustou. Insatisfeito, espanhol queria ampliar a vantagem na liderança quando caiu sozinho

O espanhol largou em sexto e fazia uma corrida regular até a troca de motos. Porém, foi muito rápido nos boxes e voltou à pista na ponta. Atrás dele, a mais de 2 segundos de diferença estava Quartararo, seguido a um segundo por Miller. Lá atrás, 13 segundos depois, vinha o quarto colocado.

  • Assista ao vídeo da queda de Márquez:

Ou seja, parecia ser uma vitória tranquila ao hexacampeão, bastando administrar a vantagem. Porém, Márquez parecia engajado em apliar a diferença e acabou caindo sozinho duas voltas depois. Então ele retorna na 18ª posição e, sedento por pontos, ultrapassa todos os pilotos até chegar ao 11º posto. Neste momento o ímpeto lhe leva a uma nova queda – e ao consquente abondono da corrida.

Como fica o campeonato

A Yamaha iniciou dominante na MotoGP 2021, vencendo as três primeiras vitórias – com um primeiro lugar de Viñales e dois para Quartararo. Porém, a Ducati foi mais rápida nas duas provas seguintes, deixando o placar em 3×2. A próxima corrida, porém, será em solo italiano.

Com o placar 3×2 entre Yamaha e Ducati, Quartararo está na ponta… mas seguido de muito perto por Francesco Bagnaia

Desta forma, o campeonato está acirrado neste início. Quartararo é líder com 80 pontos, apenas um na frente de Francesco Bagnaia (63, Ducati). Zarco é o terceiro colocado (68, pontos), seguido por Miller (64), Viñales (56) e Joan Mir (49).

Próxima prova da MotoGP

Com 14 corridas pela frente, a próxima etapa da MotoGP 2021 acontece no dia 30 de maio. Será o GP Oakley da Itália, em Mugelo. No ano passado o evento italiano acabou não ocorrendo em virtude da pandemia e, em anos anteriores, o principal nome do traçado é Valentino Rossi, que possui sete vitórias pela categoria principal.

MotoGP: resultados 5ª etapa (Le Mans, França)

1 – Jack Miller (43, Ducati)
2 – Johann Zarco (5, Ducati)
3 – Fabio Quartararo (20, Yamaha)
4 – Francesco Bagnaia (63, Ducati)
5 – Danilo Petrucci (9, KTM)
6 – Alex Márquez (73, Honda)
7 – Takaai Nakagami (30, Honda)
8 – Pol Espargaró (44, Honda)
9 – Iker Lecuona (27, KTM)
10 – Maverick Viñales (12, Yamaha)
11 – Valentino Rossi (46, Yamaha)
12 – Luca Marini (10, Ducati)
13 – Brad Binder (33, KTM)
14 – Enea Bastianini (23, Ducati)
15 – Tito Rabat (53, Ducati)
16 – Franco Morbidelli (21, Yamaha)
OUT
Marc Márquez (93, Honda)
Aleix Espargaró (41, Aprilia)
Miguel Oliveira (88, KTM)
Alex Rins (42, Suzuki)
Lorenzo Savadori (32, Aprilia)
Joan Mir (36, Suzuki)

Veja mais em Motonline.com.br

Leia Também

close