HomeTestes e Reviews de MotosSuperleggera V4: a Ducati de 234 cv e R$ 700 mil à...

Superleggera V4: a Ducati de 234 cv e R$ 700 mil à venda

A Ducati revelou nesta semana o resultado do misterioso e aguardado projeto 1708, a Superleggera V4. Com números que impressionam – tanto pela performance máxima de 234 cv, quanto pelo preço de R$ 700 mil -, a máquina italiana representa o máximo de esportividade que um mero mortal poderá ter em mãos e, claro, ostenta o título de moto mais cara do Brasil.

Superleggera V4 se apresenta como o suprassumo da marca italiana

Superleggera V4 se apresenta como o suprassumo da marca italiana

Panigale V4 se torna Superleggera

A Superleggera leva ao extremo a sua base de conceito da Panigale. Equipada com o V4 Desmosedici R 90° de 998 cm³, com uma caixa de seis marchas, a novidade produz 224 cv a 15.250 rpm e 11,7 kgf.m de torque a 11.750 rpm. Com escape Akrapovic são 234 cv, a 15.500 rpm.

Ducati Superleggera V4 representa o mais perto que um mortal como nós pode chegar de um protótipo da MotoGP. Os números de peso e potência, aliás, são bem próximos

Ducati Superleggera V4 representa o mais perto que um mortal como nós pode chegar de um protótipo da MotoGP. Os números de peso e potência, aliás, são bem próximos

Para fazer jus ao nome de super leve (Super-laggera em português), o modelo tem peso a seco de apenas 159 kg – que pode ser reduzido ainda para 152 com o kit racing. Para chegar aos números, há muita fibra de carbono, presente até mesmo no chassi. Naturalmente, a relação peso/potência é impressionante: são 1,41 cv/kg ou 1,54cv/kg, variando conforme kit e escape.

Conjunto e estética

Inspirada no mundo das corridas, a Ducati Superleggera V4 tem pacote aerodinâmico derivado da MotoGP e segue a filosofia de design com um visual limpo, mantendo apenas as formas essenciais. Ambas as suspensões são da Öhlins e totalmente ajustáveis, com garfo de titânio na dianteira. Os freios da Brembo contam com dois discos de 330 mm e pinças Stylema na dianteira, sendo na traseira disco de 245 mm.

Na eletrônica as principais funções são: controle de largada, limitador de velocidade em pitlane, quickshifter bidirecional, modos de pilotagem, modos de potência e antiwheelie. A Ducati organizou mais de uma dezena de sessões de pista, dedicadas ao desenvolvimento deste conjunto.

Muita exclusividade 

Considerada a Ferrari das motos, a Ducati segue a receita de exclusividade da fabricante conterrânea. A Superleggera V4 será limitada a 500 unidades, numeradas e acompanhadas por um certificado de autenticidade, partindo da fábrica em junho deste ano. Para os sortudos clientes foi desenvolvido um vestuário completo, que vai ser sob medida a cada um, com sistema de proteção com air bag e capacete.

Além disso, os 30 primeiros proprietários que pagarem 20% do valor da moto, até 30 de junho, terão a oportunidade de pilotar o protótipo da MotoGP, a Desmosedici GP20. Quem depositar o sinal de R$ 140 mil e não entrar no seleto grupo tem a opção de pilotar a Panigale V4 R, do Mundial de Superbike. Tudo isso no circuito italiano de Mugello. Ficou empolgado? No Brasil a Superleggera V4 pode ser reservada a partir do depósito no valor de R$ 100 mil. Isso se ainda restarem unidades disponíveis.

vinheta-instagram_8

Veja mais em Motonline.com.br

Leia Também