Top7 motos esportivas por até 30 mil reais (2022)

0
64

Você é fã de motos esportivas? Então está no lugar certo. Elas mexem com a nossa imaginação e são símbolos de poder, velocidade e status. Porém, cobram caro por isso.

Mas calma, tudo bem se você não tem R$ 120 mil para comprar uma BMW S 1000 RR, R$ 149 mil para adquirir uma Honda CBR 1000RR-R Fireblade ou R$ 163 mil para levar uma Ducati Panigale V4S para casa. Para quem quer rodar raspando os joelhos por aí mas está com a grana curta, as usadas podem ser uma opção.

motos esportivas baratas

Já pensou você aí, todo marrento ao lado da sua esportiva? Este sonho pode não custar tão caro, desde que você esteja aberto às propostas (e aos inconvenientes) de optar por uma usada…

 

 

Motos esportivas usadas 2022

Aqui trazemos uma lista com 7 opções de motos esportivas usadas por até R$ 30 mil, investimento baixo para quem quer entrar no segmento. São modelos com até 15 anos de uso e com as mais variadas configurações técnicas.

Os preços foram extraídos da Tabela Fipe e mostram um valor médio cobrado pelo mercado. Desta forma, podem variar para mais ou para menos de acordo com as especificidades (quilometragem, acessórios, estado de conservação etc) da unidade em questão.

 

Esportivas por até R$ 30 mil

Modelo Ano Preço Fipe (mar.22)
1 Yamaha R3 2022 R$ 30.691
2 Honda CBR 500R 2017 R$ 29.206
3 Suzuki GSX-F 650 2014 R$ 30.723
4 Triumph Daytona 675i 2009 R$ 29.144
5 Kawasaki Ninja ZX-6R 600 2009 R$ 28.892
6 Kawasaki Ninja ZX-10 2007 R$ 31.759
7 Suzuki GSX-R 750 Srad 2007 R$ 31.546

Veja também:

 

R3, entre as motos esportivas mais baratas

A R3 é uma das esportivas mais baratas do Brasil e, também, a mais vendida (ano passado foram 2,1 mil emplacamentos, contra 1,2 mil da segunda colocada Kawasaki Ninja 400). Uma 0km tem preço sugerido de R$ 29.990, mas acaba custando R$ 31.915 nas lojas – segundo a FIPE. Assim, por R$ 30 mil você pode levar para casa uma seminova, modelo 2022.

yamaha r3 azul

A R3 é a esportiva mais vendida do Brasil. Seu motor de 2 cilindros e 321 cm³ entrega 42 cv de potência máxima

 

Honda CBR 500R, esportiva racional

A CBR 500R esteve entre nós de 2014 a 2018 e teve até competições em categorias monomarcas pelo país. Movida pelo mesmo motor de 2 cilindros em linha e 471 cm³, entregava 50,4 cv de potência e 4,55 kgf.m de torque máximos, a 8.500 e 7.000 rpm. São números que não emocionam pelo total ou rotação, mas que garantem uma moto divertida em rodovias e até econômica. É, podemos dizer, uma ‘esportiva racional’.

Mesmo não sendo uma esportiva puro sangue, a CBR 500R garante diversão em estradas. E tem um bônus: é a mais econômica da nossa lista

 

Motos esportivas da Suzuki

A Suzuki sempre investiu no segmento de motos esportivas, trazendo diversas integrantes das famílias GSX e GSX-R ao Brasil. A 650F é uma das mais acessíveis dela, sendo, a grosso modo, uma versão carenada da Bandit. Ainda assim, empolga pelo som do motor de quatro cilindros em linha e 16 válvulas. São 85 cv de potência (10.500 rpm) e 6,2 kgf.m de torque (8.900 rpm) à disposição do piloto. Tudo bem que ela é pesada, com 215 kg a seco, mas também é uma das mais ‘confortáveis’ da categoria.

suzuki gsx 650f azul

A 650F parece grande… e é mesmo. Mas garante esportividade – e até certo conforto – a quem domar seus 215 kg

Já a 750 Srad é uma legítima GSX-R. Criada para as pistas, entrega 148 cv (12.800 rpm) e 8,8 kgf.m (11.200) em altíssimas rotações, graças ao motor de 4 cilindros em linha, DOHC e 749 cm³. Com top speed de 280 km/h reais, pesa apenas 163 kg a seco e ainda tem alguns mimos, como suspensões ajustáveis.

gsx 750r - motos esportivas

A GSX-R 750 tem velocidade máxima perto dos 280 km/h, graças ao motor de 148 cv

 

Kawasaki e suas esportivas Ninja

‘Ninja’ é um dos nomes mais fortes da história do motociclismo, desde os anos 1980 ligado às poderosas esportivas verdes. Para quem busca uma esportiva por até 30 mil reais em 2022, nós separamos duas opções – movidos pela paixão, não pela razão, aliás.

Poderíamos sugerir uma comedida 650R 2016 (R$ 29.625), mas vamos logo às tetracilíndricas. A ZX-6R ano 2009 é uma clássica sportbike de 600 cililindradas. Seu motor DOHC, 599 cm³ e quatro cilindros em linha produz 134 cv (14.00 rpm) com Ram Air e 6,8 kgf.m (11.800), capaz de chegar aos 258 km/h de velocidade final. Abastecida, pesa 191 kg.

motos esportivas baratas - kawasaki 2009

A bela e sensual ZX-6R 2009. Ela gosta de girar alto, atingindo seu pico de potência apenas aos 14.000 rpm!

Já a ZX-10R é para quem quer ainda mais potência. São 174 cv (11.700 rpm) e 11,8 kgf.m (9.500 rpm) à disposição graças ao tetracilíndrico de 998 cm³. O peso a seco é de apenas 179 kg e a velocidade final é estimada em 298 km/h reais. Mas cuidado, a versão 2007 não tem freios ABS.

Aqui vemos uma ZX-10R de 174 cv descansando enquanto está exposta no EICMA, o Salão Internacional de Milão, de 2007

 

Triumph Daytona 675i

A Triumph tem motos esportivas incríveis, mas acabou focando sua operação no Brasil nas Adventure e Modern Classics – igualmente interessantes, é verdade. Assim, uma das poucas carenadas inglesas que tivemos no país foi a Daytona 675, disponível em diferentes versões entre 2006 e 2016.

motos esportivas da triumph - daytona 675

A Daytona 675 esteve no Brasil de 2006 a 2016, mas é procurada por fãs até hoje

A 675i 2009 aposta no tradicional motor de 3 cilindros em linha e 12 válvulas para entregar 126 cv de potência (12.600 rpm) e 7,6 kgf.m (11.750 rpm) de torque. Se as suspensões têm apenas ajustes simples, o peso total do conjunto reforça a esportividade: são somente 162 kg a seco. O top speed é de 252 km/h reais, cerca de 270 km/h no painel.

Veja mais em Motonline.com.br