Veja quais motos Honda ficaram mais baratas graças ao IPI

0
58

O recente anúncio do Governo Federal sobre a redução na alíquota do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), empolgou os consumidores. No entanto, no mercado de motos, o decreto publicado não surte efeito em modelos populares. Quais motos da Honda tiveram o preço reduzido então? Apenas as importadas…

Motos Honda: IPI e importadas

De fato, a redução na alíquota do IPI desde o dia 1º de março proporcionou com que descontos fossem repassados para o preço final de alguns produtos. São televisores, geladeiras, veículos e também motos. Mas não vai ser desta vez que os modelos populares no mercado brasileiro ficarão mais baratos.

Consumidores viram na redução do IPI a chance de adquirir uma motos mais em conta, em tese…

Isso porque, grande parcela das motos comercializadas no país são produzidas no Polo Industrial de Manaus e, por isso, já são isentas de IPI. Nada menos que 98% da produção nacional de motos vem do Polo, segundo a Abraciclo (Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares).

Produção de motos no país vem do Polo em Manaus, que já conta com isenções fiscais

No entanto, a própria Abraciclo também chamou a atenção para a medida governamental que, segundo a entidade, favorece apenas os importadores. Tomando por base o catálogo da maior fabricante de motos no país, a Honda, foi possível observar que o preço foi reduzido apenas nas motos importadas. Enquanto isso, os reajustes seguem nos modelos nacionais.

Veja também:

Redução no IPI atingiu modelos de motos Honda de nicho, como a CBR 1000RR-R SP

Motos Honda importadas mais baratas

O decreto publicado autoriza ainda que todos os veículos – já faturados e em estoque – pudessem receber o desconto na alíquota de IPI. Com isso, algumas fabricantes puderam de forma imediata repassar os descontos aos consumidores.

Desta forma, conforme a proposta, os produtos fabricados fora de Manaus já estão pagando menos imposto desde o início de março. A alíquota de 35% é cotada em ter redução de 25%, caindo para 26,25%. No catálogo de motos Honda, a medida se traduz da seguinte forma:

Honda-CRF-1100L-Africa-Twin-Adventure-Sports-ES-DCT_ESTUDIO-5-800x599

Africa Twin Adventure Sports DCT teve redução em seu preço final no Brasil

A marca anunciou que repassará os descontos e já divulgou uma nova tabela de preços. A CBR 1000RR-R SP passou dos R$ 160.590, para o preço sugerido de R$ 149.911. Já a Africa Twin Adventure Sports DCT caiu dos R$ 101.610 para R$ 94.853.

Enquanto isso, a Africa Twin na versão com câmbio convencional é montada em Manaus. Com isso, a aventureira não teve desconto, seguindo com o preço sugerido de R$ 75.510. Em resumo, as populares seguem com os reajustes padrão da marca. A Pop 110i passou dos R$ 7.850 de janeiro para os atuais R$ 8.090. A CG 160 Titan dos R$ 13.780 para os R$ 14.190 e a CB Twister dos R$ 17.360 para os R$ 17.880.

Nas populares como a Honda CG 160 nada muda, seguem os reajustes entretanto…

Outras marcas vão baixar os preços?

Outras fabricantes e importadores devem repassar o desconto no IPI em breve, ou mesmo apenas para os próximos lotes que chegarem ao mercado nacional. Vale a pena ficar de olho para sabermos se a redução do imposto chega ao preço final para o consumidor.

No entanto, o IPI não é o único fator que incide sobre os constantes aumentos de preços nas motos zero quilômetro. O valor de frete é uma variável que coloca as motos com faixas diferentes de custo, para os clientes Brasil afora. Por fim, a mais recente alta no preço da gasolina e diesel não deve contribuir para preços mais convidativos.

Veja mais em Motonline.com.br