HomeTestes e Reviews de MotosVirago 535: review com teste, consumo, ficha técnica e mais

Virago 535: review com teste, consumo, ficha técnica e mais

A Yamaha XV 535 S Virago, ou apenas Virago 535, foi uma custom vendida pela japonesa no Brasil de 1994 a 2002. O modelo enriquecia o então aquecido segmento das clássicas ‘norteamericanas’ e rivalizava, sobretudo, com a Honda Shadow 600. Relembre seus dados de consumo, preço, ficha técnica e desempenho.

Virago 535 chegou ao Brasil e permaneceu até 2002, ano em que a Yamaha aposentou a família por aqui

Yamaha Virago 535

A Virago 535 integrava a família Virago, que ainda tinha as irmãs de 250, 750 e 1.110 cm³. O modelo segue o estilo chopper, com guidão alto, pneu traseiro largo, dianteiro estreito e tanque em formato de gota. O escape duplo e muitos cromados completam o pacote.

A família Virago seguia rigorosamente a mesma receita, o que facilita confundirmos uma média como a 535 com a ‘pequena’ 250 (foto)

Desta forma, a motocicleta foi uma das “Harley-covers” que mais se aproximou da proposta original da marca americana. A semelhança deve-se principalmente ao motor de dois cilindros em V, com refrigeração a ar, que proporciona um ruído mecânico maior do que nos motores de refrigeração líquida. O conjunto rendia 45 cv a 7.500 rpm e 4.56 kgf.m a 5.000 rpm e seu consumo médio era de 19 km/litro na estrada e 15,3 km/litro na cidade.

Virago 535 ou Shadow 600?

A principal concorrente da Virago era a Shadow 600 – relembre sua história aqui. Uma das maiores diferenças para a rival era o sistema de transmissão, que na Yamaha era por eixo-cardã e na Honda por corrente. Outro diferencial é o sistema de arrefecimento do motor. Pela ausência do radiador e outros motivos, a Virago também era mais leve que a Shadow: 182 kg contra 199 kg.

Mesmo com motor a ar, Virago entregava mais potência que a Shadow 600: 45 cv e 4.56 kgf.m de torque contra 39 cv e 5,1 kgfm

Com o passar dos anos, as Viragos de deslocamento maior foram retiradas de produção, sendo substituídas pelas séries de motocicletas V-Star e Road Star. Aliás, a última motocicleta com o nome Virago foi a 250 de 2007. Já em 2008, ela foi renomeada como V-Star 250 no exterior, porque por aqui foi aposentada ainda em 2002.

Assim como acontece com a Yamaha, hoje é difícil encontrar nas ruas uma Shadow 600 (foto) que não tenha sido customizada

Pontos positivos

Entre os pontos positivos da 535 estão a proposta fiel e “raiz” do modelo ao estilo custom. Isso inclui mecânica simples e durável, bom acabamento e o ronco clássico do V2 com arrefecimento a ar.

Pontos negativos 

O modelo não sofre de problemas crônicos, mas tem uma série de detalhes que entregam a idade do projeto. É o caso do freio a tambor na traseira e da alimentação por carburador, que também onera o consumo. Mesmo com estilo, a posição do garupa é desconfortável em longas viagens.

Yamaha Virago 535 customizada ou original? Com uma infinidade de acessórios compatíveis, a resposta depende do estilo de cada motociclista

Virago 535 vale a pena?

Com toda a confiabilidade do conjunto, a XV 535 S Virago pode ser um boa escolha para quem busca uma moto custom usada com experiência ‘old school’. Entretanto, na hora da compra pode ser difícil encontrar uma unidade que não tenha sofrido grandes modificações – ou customizações, se preferir.

Virago 535 é uma ‘custom raiz’ para quem quer rodar com estilo, bom torque e nenhuma eletrônica

O preço também irá variar graças ao estado de conservação e acessórios da unidade pretendida. Mas segundo a FIPE o modelo 1994 tem preço médio de R$ 6.564, enquanto o valor médio cobrado em um 2002 é de R$ 13.481.

Para saber mais, ver a ficha técnica ou opinar sobre a Yamaha XV 535 S Virago, acesse o Guia de Motos!

Ficha técnica Yamaha Virago 535

Motor
Tipo 4 tempos, 2 cilindros
Cilindrada 583 cc
Arrefecimento Líquido
Combustível Gasolina
Potência Máxima: 45 cv a 7.500 rpm
Torque Máximo: 4.56 kgf.m a 5.000 rpm
Alimentação: Carburada
Partida: Elétrica
Transmissão: 5 velocidades
Suspensão e rodas
Suspensão dianteira: Garfo telescópico/ curso 150 mm
Suspensão traseira: Duplo amortecedor a gás/ curso 85 mm
Chassi: Aço
Pneu Dianteiro: 3.00S-19 4PR
Pneu Traseiro: 140/90-15M/C 70S
Dimensões e capacidades
Peso a seco: 182 kg
Comprimento: 2225 mm
Largura: 780 mm
Altura do Banco: 720 mm
Distância entre Eixos: 1511 mm
Capacidade do tanque: 13,5 litros
Preço (FIPE, fevereiro de 2021)
1994 R$ 6.564,00
2002 R$ 13.481,00

Veja mais em Motonline.com.br

Leia Também

close