HomeTestes e Reviews de MotosVOGE 300 ACX: uma naked 300 que queremos no Brasil

VOGE 300 ACX: uma naked 300 que queremos no Brasil

Eis mais uma das motos que gostaríamos de ter rodando no Brasil. A Voge 300 ACX é uma naked 300 cilindradas com visual curioso, alto nível de acabamento e desempenho compatível com a categoria, ideal para incursões na cidade e despretensios passeios de final de semana.

Espera, quem? A Voge é uma fabricante chinesa criada nos anos 1990 e que está investindo no desenvolvimento de novos produtos. São motos naked, adventure, sport e até elétrica com qualidade suficiente para encarar o exigente mercado europeu. Inclusive, já falamos sobre outro modelo seu por aqui, a 650 DS.

naked 300 - voge

Esta é a Voge 300ACX, uma naked 300 com muito estilo que gostaríamos de ter no Brasil

Naked 300: como é a Voge ACX

A ACX não uma naked 300 qualquer. É baseada na irmã neo-retro AC, mas as mudanças que recebeu fazem dela praticamente uma scrambler, com direito a pneus de uso misto e rodas raiadas. Mas tudo muito sutil, num design de muito bom gosto.

naked 300 - acx

Leve e compacto, modelo parece ser pura diversão em cidades e estradas

O visual tem ótimo nível de acabamento, sobretudo nos plásticos do painel, laterais e carenagens. Destaque também às costuras do assento e pintura com tons foscos. O gol contra fica a cargo do painel de instrumentos, que ainda aposta num simplificado visor LCD, destoando do restante do conjunto.

Veja também:

Motor arrefecido a líquido

Começamos a ficha técnica desta naked 300 pelo mais básico, o motor. Trata-se de um monocilíndrico de 292 cm³, arrefecimento a líquido, DOHC, alimentado por injeção eletrônica. Produz 26 cv a 8.500 rpm e 2,5 kgf.m de torque a 6.500 rpm.

Seus números podem não impressionar, mas o desempenho costuma receber elogios no exterior. O principal motivo é sua elasticidade, comprovada pela versatilidade da pequena usina. Ele também move a aventureira 300DS, a naked 300R e a neo-classic 300CA.

Mais dados da ficha técnica

A lista de características segue com as suspensões. Na dianteira há garfo invertido, com 35 mm de diâmetro e 110 mm de curso. Atrás há um sistema monoamortecido padrão. Assim, fica claro que a aptidão ‘scrambler’ da ACX fica restrita ao visual.

Os pneus são de uso misto, com câmara e equipam rodas raiadas de 17 polegadas. Os freios, claro, são ABS nas duas rodas. Na dianteira há dois discos de 300 mm, enquanto o de atrás possui 220 mm. O chassi é em berço simples (sem o motor como parte da estrutura), em aço.

naked 300 - voge 300

Iluminação full-LED, ABS nas duas rodas, tomada USB, freio com disco duplo na dianteira. Voge é interessante além do visual

 

Assim, ela é uma naked 300 curta e leve. Com 1.997 mm de comprimento, ela é 2 centímetros mais curta que a Honda CB Twister, por exemplo. Completamente abastecida, incluindo o tanque de 15 litros, pesa 170 kg.

Uma naked 300 que queremos

Para completar, a tecnlogia. A Voge 300 ACX promete passeios e um dia a dia estilosos, mas não é exatamente uma referência em tecnologia. Tem o básico para a categoria.

naked 300 preço

Voge ACX é uma naked 300 à venda por cerca de 4.200 euros (R$ 28 mil). É mais acessível que a Yamaha XSR 125, para comparação

Assim, vem de série com ABS nas duas rodas, tomada USB e iluminação full-LED. O painel em LCD tem cores personalizáveis e o manete de freio é regulável.

Naked 300: preço

Interessado em comprar esta naked 300? Na Europa, a ACX custa aproximadamente 4.200 euros – cerca de R$ 25.800 em conversão direta. É mais barata, por exemplo, que a XSR 125. A pequena Yamaha parte dos 4.500 euros.

Como a Voge (ainda) não tem representação no Brasil, é impossível estimar quanto este modelo custaria por aqui. Vamos seguir namorando algumas de suas motos e torcendo para que num futuro breve os brasileiros tenham mais esta opção.

Veja mais em Motonline.com.br

Leia Também

close