HomeTestes e Reviews de MotosYamaha Drag Star 650: review com preço, ficha técnica e mais

Yamaha Drag Star 650: review com preço, ficha técnica e mais

A Drag Star 650 foi mais um modelo que a Yamaha ofereceu no Brasil antes de, assim como outras marcas, abandonar o segmento custom (ou cruiser) por aqui. Desta forma, a ‘XVS 650 Drag Star’ foi oferecida de 1997 a 2008. Relembre sua história, ficha técnica, fotos, potência e mais.

Com uma ficha técnica discreta a Drag Star 650 pode ser uma boa opção para quem quer uma custom para passeios ou até viagens

Yamaha XVS 650 Drag Star

A Yamaha XVS 650 Drag Star estreou no Brasil como substituta da XV 535 Virago, apresentando uma série de novidades. O novo design adotava o estilo ‘long & low’, em lugar da pegada chopper da antecessora, e suas novas dimensões lhe tornavam mais apta para encarar viagens na estrada – em detrimento ao uso urbano, claro.

Yamaha XVS 650 Drag Star trazia em relação a antecessora maior vocação estradeira

Estilo ‘Harley’

Na traseira, a imitação de um hardtail da suspensão monoshock conferem à Drag Star 650 o ar vintage das Harley. Além disso, as coberturas do garfo em aço escovado, juntamente com o velocímetro montado no tanque e para-lamas profundos, dão ao modelo aparência típica de uma tradicional custom norteamericana. Como de costume, muitas peças são cromadas, incluindo o escapamento, farol e carcaças do motor.

650 Drag Star remetia visualmente as mais tradicionais custom

Motor

A Drag Star 650 adotava o mesmo motor de dois cilindos em V e arrefecido a ar da Virago, mas com algumas atualizações. Além das medidas maiores, que elevavam sua capacidade de 535 cm³ para 649 cm³, o conjunto deixava de fazer parte da estrutura do chassi, que agora era de berço duplo. A transmissão final continuava com eixo cardã.

Motor era menos potente mas mais ‘torcudo’ que o da antecessora, a Virago 535

O propulsor era equipado com dois carburadores Mikuni BDS28 e usava um diâmetro e curso maiores do que os da 535. O cojunto acoplado a uma caixa de câmbio de cinco marchas produzia 40 cv a 6.500 rpm e torque de 5,19 kgf.m a 3.000 rpm – ante 45 cv a 7.500 e 4,56 kgf.m de torque a 5.000 rpm da antecessora.

A Drag Star rivalizou sobretudo com as Honda Shadow e permaneceu no Brasil até 2008, praticamente sem alterações, quando foi substituída pela XVS 950 Midnight Star. Entretanto, na América do Norte ela continuou no mercado como V-Star 650.

XVS 650A modelo 2021 comercializada na Nova Zelândia

Pontos positivos

O primeiro ponto positivo fica por conta da altura do assento, de apenas 695 mm, fazendo dela uma opção segura mesmo para pilotos mais baixos. Além disso, as barras de recuo largas e os encostos de pé dianteiros proporcionam uma posição de pilotagem confortável.

Visual e conjunto robusto fazem da custom uma boa opção no mercado de usadas

O conforto também é beneficiado pelos 6 níveis de regulagem da pré-carga da suspensão traseira. No visual, a Drag chama atenção por onde passa com seu design purista e acabamentos cromados. Já o motor oferece bom torque e segurança para ultrapassagens, além, claro, do ronco tradicional do V2.

Pontos negativos 

O consumo médio da Drag Star é de 19 km/l, tirando pontos do modelo. A moto também mostra o peso da idade com a dupla de carburadores – que desafiam para ser sincronizados – e o freio a tambor na traseira.

Dupla carburação e freio a tambor entregam a idade do projeto da Drag Star

Por fim, há proprietários que reclamam  de problemas crônicos no eixo cardã, em especial em modelos até 2004. Entretanto, não há informações oficiais da marca sobre isso. Uma boa manutenção preventiva pode evitar sustos no sistema.

Yamaha Drag Star 650 vale a pena?

Com muito estilo e design que remete às custom mais tradicionais, a Drag Star 650 pode ser uma ótima escolha como a sua estradeira de finais de semana e viagens. Apesar da idade, o modelo tem boa aceitação no mercado e, por vezes, pode ter preço elevado no mercado de usadas.

A Drag pode ser uma boa opção de moto custom para quem quer viajar

Desta forma, seu preço irá variar conforme o estado de conservação e nível de customização. Entretanto, segundo a FIPE, o modelo 1997 tem custo médio de R$ 9.185, enquanto um 2008 custa aproximadamente R$ 19.996.

Drag Star 650 customizada

Para saber mais, ver a ficha técnica ou opinar sobre a Yamaha XVS 650 Drag Star, acesse o Guia de Motos!

Ficha técnica Yamaha Drag Star 650

Motor
Tipo 4 tempos, 2 cilindros
Cilindrada 649 cc
Arrefecimento Ar
Combustível Gasolina
Potência Máxima: 40 cv a 6.500 rpm
Torque Máximo: 5,19 kgf.m a 3.000 rpm
Alimentação: Carburada
Partida: Elétrica
Transmissão: 5 velocidades
Suspensão e rodas
Suspensão dianteira: Garfo telescópico / curso de 130 mm
Suspensão traseira: Monoamortecedor / curso de 86 mm
Chassi: Aço
Pneu Dianteiro: 100/90-19
Pneu Traseiro: 170/80-15
Dimensões e capacidades
Peso a seco: 215 kg
Comprimento: 2340 mm
Largura: 880 mm
Altura do Banco: 695 mm
Distância entre Eixos: 1625 mm
Capacidade do tanque: 16 litros
Preço (FIPE, fevereiro de 2021)
1997 R$ 9.185,00
2008 R$ 19.996,00

Veja mais em Motonline.com.br

Leia Também

close