Honda Racing mantém primeiras posições da MX1 e da MX2 após terceira etapa em Interlagos – Mundo Press

0
19

Hector Assunção continua na ponta da tabela da MX1, seguido por Jetro Salazar, enquanto o líder Gabriel Andrigo e Fred Spagnol são os destaques da MX2

São Paulo (SP) – O Autódromo de Interlagos, em São Paulo (SP), recebeu neste sábado (25/6) a corrida da Elite MX, que soma pontos para as principais categorias do Campeonato Brasileiro de Motocross, válida pela terceira etapa da competição. Com os resultados do dia, a equipe Honda Racing segue nas primeiras posições da tabela da MX1 e da MX2. Jetro Salazar e o líder Hector Assunção confirmaram o segundo lugar e a quarta colocação na bateria pela MX1, respectivamente – e agora o equatoriano está a quatro pontos do companheiro de time. Já na MX2, Gabriel Andrigo continua na liderança, seguido por Fred Spagnol. Neste domingo (26/6), os competidores permanecem em Interlagos para a disputa da quarta etapa do Brasileiro de Motocross.  

Para Salazar, apesar da vitória não ter sido alcançada na bateria da Elite MX, o fato de ter corrido em alto nível é a prova de que o trabalho emocional realizado pelo piloto desde a jornada da véspera, quando foi terceiro na corrida exclusiva da MX1, deu resultado. “Eu falei que eu tinha que fazer alguns ajustes em mim mesmo, na minha cabeça, saber que eu consigo correr mais rápido”, disse. “Agora, é manter o equilíbrio e partir com tudo no domingo para finalmente conseguir esta vitória”, acrescentou o vice-líder.

O paulista Hector Assunção tem como objetivo subir de rendimento na quarta etapa, de olho no inédito título da categoria MX1. “Ainda não fiz uma boa corrida aqui em Interlagos, mas já sei o que posso melhorar para domingo. Ainda estou na liderança e vou dar o máximo para sair daqui nesta condição”, afirmou.

Competindo, assim como Salazar e Assunção, com uma Honda CRF 450R, o venezuelano Anthony Rodriguez, terceiro colocado na prova da Elite MX, acredita já ter “acertado a mão” na técnica pista montada em Interlagos. “Melhorei muito hoje e consegui fazer meu 100% na parte final da corrida, coisa que ainda não tinha conseguido fazer”, conta o piloto, quarto colocado na classificação da MX1. “Estou confiante para voltar a correr bem, só que desde o início da prova.”

Pela MX2, Gabriel Andrigo e Fred Spagnol chegaram a São Paulo com o mesmo número de pontos nas primeiras colocações da tabela, mas a maior consistência nas duas provas da terceira etapa levou o gaúcho a abrir nove pontos de vantagem sobre o paulista. Andrigo sabe, porém, que todo cuidado é pouco na técnica pista de Interlagos. “Consegui fazer duas boas corridas aqui até agora, mas qualquer deslize pode ser fatal, então vou manter o foco total para amanhã, pra poder conseguir me manter bem na disputa pelo título”, disse o piloto da Honda Racing, segundo colocado entre os pilotos de sua categoria na prova da Elite MX.

Fred Spagnol, por sua vez, busca na quarta etapa do Brasileiro a recuperação para voltar a brigar com mais propriedade pelo título da MX2. O paulista, quarto na prova deste sábado entre os pilotos de MX2, ressalta o trabalho de equipe Honda Racing nos bastidores para deixá-lo sempre na melhor condição para lutar pela vitória. “Vamos fazer alguns acertos para eu poder correr em alto nível nas duas provas de amanhã”, disse.

Completando o trio da equipe que disputa a categoria MX2, o gaúcho Henrique Henicka, quinto entre os pilotos de sua classe na prova da Elite MX, sabe que a pista de Interlagos pode voltar a reservar surpresas neste domingo. “Hoje, a pista estava um pouco mais fácil, com menos canaleta, menos buraco, mas, mesmo assim, estava bem técnica, bem difícil. E amanhã não dá para prever como vai ser”, finalizou.

Além das categorias MX1 e MX2, o time vermelho entra em ação na quarta etapa do Brasileiro de Motocross pela classe MXF, com a gaúcha Maiara Basso. A equipe Honda Racing de Motocross é patrocinada por Pro Honda, Fox, Fly, DID e Seguros Honda.

Campeonato Brasileiro de Motocross 2022 – 3ª etapa
Local: Autódromo de Interlagos – São Paulo (SP)

Classificação do campeonato – Após 3 etapas
(Cinco primeiros)

MX1
1 – #30 – Hector Assunção – Honda Racing – Honda CRF 450R – 90 pontos
2 – #60 – Jetro Salazar – Honda Racing – Honda CRF 450R – 86 pontos
3 – #155 – Carlos Campano – 84 pontos
4 – #7 – Anthony Rodriguez – Honda Racing – Honda CRF 450R – 72 pontos
5 – #211 – Paulo Alberto – 62 pontos

MX2
1 – #10 – Gabriel Andrigo – Honda Racing – Honda CRF 250R – 110 pontos
2 – #61 – Fred Spagnol – Honda Racing – Honda CRF 250R – 101 pontos
3 – #244 – Marcello Leodorico – 94 pontos
4 – #109 – Guilherme Bresolin – 90 pontos
5 – #75 – Henrique Henicka – Honda Racing – Honda CRF 250R – 74 pontos

MXF (após uma etapa disputada)
1 – #8 – Maiara Basso – Honda Racing – Honda CRF 250R – 25 pontos
2 – #801 – Sarah Raquel – 22 pontos
3 – #111 – Thais Castro – 20 pontos
4 – #22 – Larissa Laira – 18 pontos
5 – #16 – Jeyelly Dalmonech – 16 pontos

Soma dos resultados da 3ª etapa – MX1
1 – #155 – Carlos Campano – 50 pontos
2 – #60 – Jetro Salazar – Honda Racing – Honda CRF 450R – 42 pontos
3 – #30 – Hector Assunção – Honda Racing – Honda CRF 450R – 40 pontos
4 – #7 – Anthony Rodriguez – Honda Racing – Honda CRF 450R –38 pontos
5 – #211 – Paulo Alberto – 31 pontos

Soma dos resultados da 3ª etapa – MX2
1 – #10 – Gabriel Andrigo – Honda Racing – Honda CRF 250R – 47 pontos
2 – #244 – Marcello Leodorico – 41 pontos
3 – #61 – Fred Spagnol – Honda Racing – Honda CRF 250R – 38 pontos
4 – #75 – Henrique Henicka – Honda Racing – Honda CRF 250R – 34 pontos
5 – #109 – Guilherme Bresolin – 32 pontos

Resultados das corridas (Cinco primeiros)

Corrida Elite MX
1 – #115 – Carlos Campano
2 – #60 – Jetro Salazar – Honda Racing – Honda CRF 450R
3 – #7 – Anthony Rodriguez – Honda Racing – Honda CRF 450R
4 – #30 – Hector Assunção – Honda Racing – Honda CRF 450R
5 – #891 – Gustavo Pessoa

Corrida MX1
1 – #115 – Carlos Campano
2 – #30 – Hector Assunção – Honda Racing – Honda CRF 450R
3 – #60 – Jetro Salazar – Honda Racing – Honda CRF 450R
4 – #7 – Anthony Rodriguez – Honda Racing – Honda CRF 450R
5 – #211 – Paulo Alberto

Corrida MX2
1 – #10 – Gabriel Andrigo – Honda Racing – Honda CRF 250R
2 – #109 – Guilherme Bresolin
3 – #61 – Fred Spagnol – Honda Racing – Honda CRF 250R
4 – #75 – Henrique Henicka – Honda Racing – Honda CRF 250R
5 – #244 – Marcello Leodorico

Campeonato Brasileiro de Motocross 2022
Local: Autódromo de Interlagos – São Paulo (SP)

Programação

Domingo – 26/6
4ª etapa

Treinos Livres / Classificatórios
8h às 8h30 – MX2
8h35 às 9h05 – MX1
9h10 às 9h30 – MXJR
9h35 às 9h55 – MX3
10h às 10h20 – MX2JR
10h25 às 10h40 – MXF

Provas
11h40 – MX2 – 30 min + 2 voltas
12h35 – MX1 – 30 min + 2 voltas
13h25 – MXJR – 20 min + 2 voltas
14h – Pódio classe: MXJR
14h20 – MX3 – 20 min + 2 voltas
15h – MX2JR – 20 min + 2 voltas
15h40 – MXF – 15 min + 2 voltas
16h – Pódios MX3, MX2JR e MXF
16h10 – Elite MX – 30 min + 2 voltas
17h20 – Pódios MX1, MX2 e Elite MX

*A programação é fornecida pela organização do evento e está sujeita a alterações.

Source link