HomeBRMX» Cine BRMX #7 – O Cavaleiro do tempo, filme de 1981BRMX

» Cine BRMX #7 – O Cavaleiro do tempo, filme de 1981BRMX

Yamaha

Versão brasileira…Herbert Richers!

 

Poster original do filme, 1981

Uma moto vermelha com number plate #82 surge na tela acelerando forte. Parece uma prova de Ralli. O piloto é Lyle Swann (Fred Ward). Uma parada na caminhonete do seu mecânico, fiel escudeiro, para abastecimento e alguns reparos na moto. “Eu troquei coroa e pinhão”. – fala o mecânico.

Uma espécie de GPS no capacete (algo futurista) guia o Cavaleiro do Tempo pelo deserto da Califórnia, fronteira com o México.

Em outro ambiente cheio de computadores, uma equipe de cientistas trabalha num experimento. Um raio dispara e leva o piloto na moto vermelha para o ano 1877.

Imagine um cara com um roupa vermelha atípica pra época, capacete, acelerando algo que eles nunca viram. Uma “máquina” vermelha em 1877, impressionando os Cowboys violentos do faroeste americano, e também as mocinhas, claro.

Os Cowboys a cavalo, armados na cintura e usando chapéu, ficam loucos ao verem aquela máquina correndo mais rápido que os cavalos, e seguem seus rastros pelo deserto para rouba-la.

No “paddock” do ralli no deserto, todos procuram pelo piloto desaparecido. O povo em 1877 assustado com o motoqueiro, nunca viram aquilo.”É um fantasma!” “É o diabo!”. E o piloto Lyle Swann sem entender o que está acontecendo, sem saber em que ano está.

Sem spoilers, o desfecho é sensacional!

O Cavaleiro do Tempo (1981) é filme de Sessão da Tarde, meio bizarro e interessante pela sua linguagem. Um filme pastelão, com aquelas interpretações forçadas. Um clássico desconhecido e muito cômico para os dias de hoje, talvez fazer rir não tenha sido a intenção dos produtores na época. Uma estética dos anos 1980, com pegada dos Westerns (filmes de faroeste, Bang Bang), com tiros, cavalos, bandidos, heróis e mocinhas.

Assim como todo filme de viagem no tempo, a narrativa é interessantíssima. Tu vai curtir umas imagens maneiras de moto acelerando pelo deserto, e ainda vai dar algumas risadas. Bom, pelo menos eu dei!

Assista e divirta-se!

Filme completo e dublado em português.



Yamaha

Veja mais em  

Leia Também

close