HomeBlogMotos para Motocross: conheça as melhores opções do mercado

Motos para Motocross: conheça as melhores opções do mercado

Com tantas opções de motos para motocross disponíveis no mercado, fica difícil escolher a melhor opção, especialmente se você está começando.

Quer saber como escolher a melhor moto de motocross para o seu momento da vida enquanto piloto? Então leia o texto a seguir!

Confira: A Origem do Motocross

Como avaliar uma boa moto para motocross?

Na hora de escolher uma moto para praticar Motocross, o cenário ideal é que o modelo de moto escolhido vá evoluindo com o passar do tempo.

Nos Estados Unidos, onde o esporte é mais praticado, os praticantes podem começar desde cedo e vão evoluindo com o passar dos anos e, com isso, vão mudando o modelo da moto, que vai ficando melhor e mais incrementada conforme o atleta vai melhorando.

À medida que a técnica evolui, a moto aumenta de tamanho, tendo modelos com diferentes configurações de motor e propósitos bem diferentes.

Entretanto, a dica fundamental é que você se lembre sempre sempre que o estilo da moto deve condizer com o tipo de motocross que você está praticando.

Se quiser saber mais sobre as categorias de motocross, não deixe de conferir o outro texto que fizemos sobre o assunto clicando aqui.

Quais os tipos de motos para motocross?

De maneira geral, podemos dizer que existem dois tipos de moto para motocross: com motor 2 tempos e as com motor 4 tempos.

Qual a diferença entre moto dois tempos e quatro tempos?

A diferença é que enquanto as motos de 4 tempos tem 4 pistões, a moto de 2 tempos tem apenas 2 pistões.

Isso se reflete em uma potência maior, que fazendo com que motos 5 tempos posanm chegar até 450 cc, os modelos de dois tempos tem cerca da metade, podem chegar até a 125 cc.

Por esse motivo, é indicado que os iniciantes comecem com modelos de 125 cc ou menores e que, conforme for avançando, evolua para um modelo de até 450 cilindradas e 4 tempos.

Mas no fim das contas, tudo vai depender de qual das duas motos tem o menor custo, tanto de compra, como de manutenção.

Conheça as melhores motos para motocross

Hoje no mercado, existem diversas marcas que são referência, como a Honda, a Yamaha, a Suzuki, a Kawasaki e a KTM, que dominam o mercado hoje.

Confira alguns os modelos dessas empresas e veja qual delas se enquadra mais no seu perfil:

Yamaha Wr 250 F

A Yamaha Wr 250 F é considerada a melhor moto para a prática de motocross, sendo que ela impressiona pela sua versatilidade e pode ser usada nas mais diferentes situações.

Ela possui um design simples, com um farol que garante uma excelente iluminação e proporciona agilidade sem que a gente perca a sensação de controle durante as competições.

É leve e o motor garante um ganho de velocidade sem perda de tempo.

Yamaha YZ125    h3

Já a Yamaha YZ 125 é uma moto perfeita para quem está começando, já que conta com ótimos itens de série e um ótimo preço..

Apesar de não ser das mais rápidas entre os modelos similares, ela tem bom preço e uma das melhores suspensões das motos de motocross.

Ou seja, você vai conseguir uma moto razoavelmente potente, mas que vai aguentar impactos maiores sem precisar de manutenção.

Honda CRF450R

A Honda CRF450R é super fácil de pilotar, tem uma boa qualidade e é confiável, assim como a maioria das motos produzidas pela empresa.

Os modelos mais recentes contam com um turbo duplo, suspensão a ar e um motor bem moderno.

Entretanto, por ser uma moto 4 tempos, ela é mais indicada para pilotos que já tem alguma experiência no mundo do motocross e já se sente confiante para atingir velocidades mais altas.

KTM Sx250f Sxf

A KTM Sx250f Sfx tem como diferencial uma alta potência e um forte desempenho, com um estilo muito mais próximo ao racing.

Como tem um corpo mais leve, é uma ótima opção para quem quer começar a dar saltos, mas também é excelente para pilotos profissionais.

KTM EXC 250

Já a KTM EXC 250 é uma moto de 4 tempos com uma força surpreendente para o seu tamanho, oferecendo grande capacidade de desempenho e uma resposta rápida na aceleração e na potência.

Ela conta com alguns sistemas mais sofisticados para pilotagem, como as pedaleiras No Dirte, que ajustam a manter as pedaleiras com menos sujeira e com até 6mm mais altas que nos modelos tradicionais de pistas

Isso ajuda a evitar enroscos nas canaletas, assim como proporciona um conforto melhor para a pilotagem no aspecto ergonômico.

Ela também conta um um eixo de equilíbrio, ou contrabalanço, montado lateralmente, que equilibra as forças oscilantes ao mesmo tempo em que aciona a bomba d’água.

Isso faz com que as vibrações do motor sejam muito menores, o que, por sua vez, garante uma condução mais suave para a pilotagem, além de auxiliar na durabilidade de inúmeras peças do motor.

Yamaha TTR 230

A Yamaha TTR 230 foi inspirada nas lendárias YZ e WR, e possui diversos diferenciais, como um câmbio de 6 marchas, refrigeração a ar e rodas DID de fábrica.

O design do tanque permite uma maior mobilidade, o que garante uma pilotagem muito mais segura e eficiente com conforto superior.

Como ela tem uma ótima resposta de condução, é uma moto muito fácil de ser pilotada segundo os donos desses modelos.

Além disso, ela tem um custo benefício mais interessante, já que tem uma grande gama de peças de reposição que não são muito caras, tornando ela uma ótima opção apr pilotagem em todos os cenários, das trilhas até nas competições.

A tradicional concorrente tinha que dar as caras por aqui, não? Claro, que sim. Afinal, a Yamaha TTR 230 tem muita coisa boa também para encarar as trilhas Brasil afora.

Conclusão

Como você viu, existem muitos fatores a serem analisados na hora de comprar uma moto, entretanto, o essencial é que você respeite o seu momento.

Se está começando, use as motos com menos potência até pegar o jeito. Só então mude para modelos de 4 tempos mais potentes.

E aí? Curtiu o texto? Então aproveite para navegar pelo Portal MX!

A importância dos protetores de coluna

Leia Também

close